TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Anima Mundi Rio chega ao fim - Editoriais - Band News FM

Diversão e Arte

Texto:
+
-

Anima Mundi Rio chega ao fim

Mais de 15 mil pessoas passaram pelo festival

Por Gustavo Sleman, às 22:27 - 21/27/2019 | Atualizado em 22:28 - 21/28/2019

00:00 / 00:00

"Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias", de Regina Pessoa, venceu o 27º Anima Mundi no Rio (Foto: Divulgação)

Uma prova de força e resistência. É dessa forma que os organizadores do Anima Mundi definem a 27ª edição carioca do evento que chegou ao fim neste domingo (21). 

Ao todo, mais de 300 filmes de 45 países foram exibidos entre os dias 17 e 21 de julho. Vale lembrar que a realização do festival este ano só foi possível após mobilização do público e dos animadores, que conseguiram arrecadar cerca de R$ 400 mil em uma campanha na internet. 

Cesar Coelho é um dos criadores do Anima Mundi. Para ele, esta edição é motivo de orgulho. 

Quem levou o título do Grande Prêmio Anima Mundi, anunciado no CCBB, foi o curta 'Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias', coprodução dos países Portugal e França, além do Canadá, dirigido pela portuguesa Regina Pessoa. 

Como há sete anos o festival é qualificado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, a animação está elegível para participar das seleções de disputa do Oscar.

O Anima Mundi agora parte rumo a São Paulo. O organizador Cesar Coelho revela novidades exclusivas da edição paulista.

Segundo a organização do evento, mais de 15 mil pessoas passaram pelo Anima Mundo Rio em 2019. 

PREMIAÇÃO ANIMA MUNDI 2019

CURTAS-METRAGENS – JÚRI PROFISSIONAL

Grande Prêmio Anima Mundi (R$ 15 mil) – "Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias" ("Oncle Thomas - La comptabilité des jours"), de Regina Pessoa (Canadá, Portugal e França)

Melhor Roteiro (R$ 4 mil) – "Menina Má" ("Wicked Girl"), de Ayce Kartal (França, Turquia)

Melhor Concepção Sonora (R$ 4 mil) – "Tio Tomas: A Contabilidade dos Dias" ("Oncle Thomas - La comptabilité des jours"), de Regina Pessoa (Canadá, Portugal e França)

Melhor Direção de Arte (R$ 4 mil) – "Memorável" ("Mémorable"), de Bruno Collet (França)

Melhor Técnica de Animação (R$ 4 mil) – "Invisível" ("Invisible"), de Akihiko Yamashita (Japão)

Melhor Filme da Sessão Galeria (R$ 4 mil) – "O Jogo Dos Opostos" ("The Opposites Game"), de Lisa LaBracio e Anna Samo (Estados Unidos)

CURTAS-METRAGENS – JÚRI POPULAR

Melhor Curta (R$ 10 mil) – "Memorável" ("Mémorable"  Bruno Collet França

Melhor Curta Brasileiro (R$ 8 mil) – "Drawing life" , de Luciano Lagares (Brasil)

Melhor Curta Infantil (R$ 5 mil) – "O Sonho de Sam" ("Le Reve de Sam"), de Nolwenn Roberts (França)

Melhor Curta de Estudante  (R$ 4 mil) "Um Dia no Parque" ("Un Día en el Parque"), de Diego Porral (Espanha)

CURTAS-METRAGENS – PRÊMIOS ESPECIAIS

Prêmio Canal Brasil de Curtas (R$ 15 mil) – "Drawing Life", de Luciano Lagares (Brasil)

Prêmio All Dubbing (Prêmio com recursos de acessibilidade completa às animações) - "Drawing life" , de Luciano Lagares (Brasil) e "Contra-filé", de Pedro Iuá

Prêmio ACCRJ de Melhor Curta-Metragem Brasileiro – "Apneia", de Carol Sakura e Walkir Fernandes

Menção honrosa ACCRJ a Curta-Metragem Brasileiro – "Contra-filé", de Pedro Iuá

NEWSLETTER
OU