TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Candidatos que realizarem campanhas em áreas de milícia vão ter que prestar esclarecimentos para a polícia - Editoriais - Band News FM

Polícia

Texto:
+
-

Candidatos que realizarem campanhas em áreas de milícia vão ter que prestar esclarecimentos para a polícia

A partir desta semana, investigadores vão chamar os candidatos para justificarem as campanhas eleitorais, em delegacias

Por Marcus Sadok, às 15:32 - 18/10/2020 | Atualizado às 16:14 - 18/10/2020

00:00 / 00:00

Candidatos que fazem campanhas sozinhos em áreas dominadas por milicianos vão ter que explicar à Polícia Civil se estão associados aos grupos paramilitares, principalmente na zona oeste da capital e na Baixada Fluminense.

A partir desta semana, investigadores vão chamar os candidatos para justificarem as campanhas eleitorais, em delegacias. A preocupação das forças de segurança do Rio é de um "voto de cabresto" nestes locais, porque segundo as investigações, apenas um candidato escolhido pelos criminosos pode fazer campanha em bairros deflagrados, sem ser incomodado.

Denúncias feitas ao Tribunal Regional Eleitoral basearam a nova tentativa da Força-Tarefa da Polícia Civil de impedir a influência e a expansão da milícia do Rio, durante as eleições de novembro.

Na semana passada, 17 milicianos foram mortos ao entrarem em confronto com a Polícia, na Baixada. O braço financeiro da quadrilha também foi alvo de uma operação. 18 pessoas foram presas e fontes de renda dos milicianos, como lojas e shoppings foram fechados.

A inteligência da Polícia Civil explicou que a Milícia, que já está estabelecida na zona oeste, na baixada e na região metropolitana, tenta montar novas "franquias" do grupo, em Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty, na Costa Verde.

NEWSLETTER
OU