TRANSPORTE
NO RIO

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Ruim
Avião Bom
Caso Ágatha: MP denuncia PM por homicídio qualificado - Editoriais - Band News FM

Justiça

Texto:
+
-

Caso Ágatha: MP denuncia PM por homicídio qualificado

O órgão também pediu à Justiça que o agente seja afastado do policiamento de ruas e tenha o porte de armas suspenso

Por Amanda Martins, às 15:09 - 03/12/2019 | Atualizado às 14:11 - 03/12/2019

Ágatha Felix, de 8 anos, morreu após ser atingida por um tiro de fuzil no Complexo do Alemão. (Foto: Reprodução/Internet)

O Ministério Público do Rio denunciou por homicídio qualificado o policial militar Rodrigo José de Matos Soares, acusado de ter disparado o tiro que matou a menina Ágatha Felix, de 8 anos, no Complexo do Alemão.

O MP também pediu à Justiça a suspensão parcial do exercício da função pública, devendo o PM ser afastado do policiamento de ruas e ter o porte de arma suspensão entre outras medidas cautelares.

Caso condenado, o policial poderá cumprir pena de 12 a 30 anos de prisão.

O crime aconteceu a noite de 20 de setembro na comunidade da Fazendinha. De acordo com a denúncia do Ministério Público, o agente estava em serviço quando atirou de fuzil contra duas pessoas não identificadas que trafegavam em uma moto, acreditando que eram traficantes. Neste momento, a menina Agatha Félix foi atingida.

Para os promotores de Justiça, o crime foi cometido por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas, em momento pacífico na localidade, com movimentação normal de pessoas e veículos.

NEWSLETTER
OU