TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Caso Anderson do Carmo: polícia realiza reconstituição - Editoriais - Band News FM

Polícia

Texto:
+
-

Caso Anderson do Carmo: polícia realiza reconstituição

Participaram da ação a deputada federal Flordelis e alguns dos filhos do casal

Por Tatiana Campbell, às 23:33 - 21/09/2019 | Atualizado às 05:32 - 22/09/2019

00:00 / 00:00

Lucas dos Santos se recusou a participar da reconstituição (Foto: Tatiana Campbell)

A Polícia Civil acredita que em até 30 dias o laudo da reconstituição da morte do pastor Anderson do Carmo fique pronto.

A reprodução simulada que teve início na noite deste sábado (22) durou cerca de 5h30 e contou com a participação de 14 pessoas, entre elas a deputada federal Flordelis, uma das primeiras a ser ouvida pelos agentes.

Os trabalhos ficaram concentrados na área da garagem, local onde ocorreu o assassinato em 16 de junho deste ano.

As presenças mais aguardadas eram as dos irmãos Flávio Rodrigues e Lucas dos Santos, acusados de envolvimento no assassinato. Entretanto, apesar de terem ido até a residência da família, em Pendotiba, na Região Metropolitana do Rio, ambos não quiseram participar dos trabalhos.

A delegada responsável pelas investigações, Bárbara Lomba, acredita que tenha sido uma estratégia da defesa.

Flávio Rodrigues, filho biológico do casal, é apontado pela polícia como autor dos disparos. O advogado Anderson Rollemberg explica o motivo da ausência dele na reconstituição.

Lucas dos Santos, filho adotivo, é suspeito de conseguir a arma do crime. Ele desistiu de participar da reconstituição logo nos primeiros minutos de perícia, por conta disso, houve uma discussão entre os agentes e os advogados dos filhos de Flordelis.

Flavio e Lucas são réus no crime e aguardam julgamento em regime fechado. Eles são acusados de homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima, com pena prevista de 12 a 30 anos.

NEWSLETTER
OU