TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Com crescimento de 1%, setor de Serviços fecha 2019 com primeira alta em cinco anos - Editoriais - Band News FM

Economia

Texto:
+
-

Com crescimento de 1%, setor de Serviços fecha 2019 com primeira alta em cinco anos

O destaque negativo foi para o setor de Transportes que caiu 3,7%

Por Pedro Antonio Guimarães, às 09:12 - 13/02/2020 | Atualizado às 15:16 - 13/02/2020

00:00 / 00:00

Depois de quatro anos, setor de Serviço tem crescimento (Foto: Agência Brasil)

O acumulado do setor de serviços expandiu 1%, em 2019, interrompendo uma sequência de 4 anos sem crescimento.

Em dezembro, houve variação negativa de 0,4% frente ao mês anterior, sendo a segunda queda consecutiva.

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada nesta quinta-feira (13), pelo IBGE.

O número positivo anima o mercado para a pesquisa de março quando o instituto vai apurar a perspectiva do Produto Interno Bruto.

Na primeira análise do boletim Focus, os economistas indicaram um crescimento do PIB chegando a 2,3%.

O economista e colunista da BandNews FM, Luiz Carlos Mendonça de Barros, aponta, no entanto, para a desaceleração da economia no fim do ano passado, comprovada pelos números.

Segundo o IBGE, 4 das 5 atividades pesquisadas tiveram crescimento no ano passado, com taxas positivas.

O segmento de informação e comunicação puxou os dados positivos acumulando alta de 3,3% no ano. O destaque negativo foi para o setor de Transportes, pressionado principalmente pelo segmento de Transporte terrestre, que caiu 3,7%.

De acordo com o gerente da pesquisa do IBGE, Rodrigo Lobo, a queda do setor foi impulsionada pela baixa na produção industrial que também fechou em déficit, 1,1%.

Na passagem de novembro para dezembro de 2019, 16 dos 27 estados apresentaram retração. Mato Grosso, Distrito Federal e Minas Gerais.

O IBGE também divulgou os primeiros resultados da produção animal no 4º trimestre de 2019. Na comparação com os três meses anteriores, o abate de bovinos e frangos teve redução de 5,4% e 1%, respectivamente, enquanto o de suínos subiu 1,5%.

A aquisição de leite foi de cerca de 6 bilhões de litros, queda de 0,9% na comparação anual e um crescimento de 5,5% na comparação com o trimestre passado.

IBGE

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU