TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Desemprego bate novo recorde e chega a 14,6% no trimestre encerrado em setembro - Editoriais - Band News FM

Cidade

Texto:
+
-

Desemprego bate novo recorde e chega a 14,6% no trimestre encerrado em setembro

O crescimento foi de 2,8% na comparação com o mesmo período do ano passado

Por Julia Kallembach, às 13:59 - 27/11/2020 | Atualizado às 13:59 - 27/11/2020

Sados são da PNAD Contínua, divulgada nesta sexta-feira (27) pelo IBGE (Foto: Agência Brasil)

O desemprego no Brasil atingiu a taxa recorde de 14,6% no trimestre encerrado em setembro, afetando 14,1 milhões de pessoas. Os dados são da PNAD Contínua, divulgada nesta sexta-feira (27) pelo IBGE.

O crescimento foi de 2,8% na comparação com o mesmo período do ano passado e 1,3% frente ao trimestre encerrado em junho. São 1,3 milhão de pessoas a mais desempregadas na comparação com o 2º trimestre de 2020.

A população ocupada, de 82,5 milhões, chegou ao patamar mais baixo da série histórica e caiu 880 mil em relação ao período de abril a junho.

O engenheiro ambiental Luiz Gabriel de Oliveira está desempregado desde março, passando por vários processos seletivos, mas afirma que, devido a pandemia, está sem esperanças de conseguir um emprego nos próximos meses.

As maiores taxas de desocupação foram registradas na Bahia, seguido por Sergipe e Alagoas. Já a menor foi em Santa Catarina. Os maiores crescimentos da taxa de desocupação foram registrados na Paraíba, no Amapá e em Pernambuco.

De acordo com a analista da pesquisa, Adriana Beringuy, o aumento na taxa de desemprego reflete na flexibilização das medidas de isolamento social para controle da pandemia de Covid-19.

A pesquisa aponta ainda que todas as categorias perderam ocupação, sendo que o número de pessoas com carteira assinada caiu 2,6% no terceiro trimestre frente ao anterior, com perda de 788 mil postos e totalizando 29,4 milhões de empregados com carteira assinada no país.

NEWSLETTER
OU