TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Desfiles das 13 escolas do Grupo Especial têm início neste domingo - Editoriais - Band News FM

Carnaval

Texto:
+
-

Desfiles das 13 escolas do Grupo Especial têm início neste domingo

Sem verba da prefeitura, as agremiações vão abusar da criatividade para levar desfiles que enaltecem a cultura brasileira

Por Daniella Dias, às 20:08 - 21/02/2020 | Atualizado às 20:16 - 21/02/2020

00:00 / 00:00

Os desfiles acontecem a partir deste domingo (23) (Foto: Divulgação/Riotur)

Depois de passar por obras, a Marquês de Sapucaí recebe a partir deste domingo (23) os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial.

Sem verba da prefeitura, as agremiações vão usar uma nova geração de carnavalescos que vão abusar da criatividade para levar desfiles que enaltecem a cultura brasileira e criticam o descaso do governo com os mais pobres.

A primeira escola a se apresentar no domingo (23) a partir das 21h30 é a Estácio de Sá. Recém-chegada do grupo de acesso, a agremiação do Morro de São Carlos leva para avenida o enredo "Pedra". O trunfo da escola é a carnavalesca Rosa Magalhães.

Em seguida, a Viradouro, vice-campeã do carnaval de 2019, leva a história das ganhadeiras de Itapuã para a Sapucaí com o enredo "Viradouro de Alma Lavada.

A Mangueira, grande campeão do ano passado, se apresenta logo depois com o enredo "a verdade vos fará livre", contando a história de um Jesus Cristo esteticamente diferente do habitual.

A Paraíso do Tuiuti é a quarta a se apresentar com o enredo "O santo e o rei".

A Grande Rio retoma os temas dos anos 90 e fala do pai de santo Joaozinho da Gomeia por meio do enredo "Tata Londirá: o Canto do Caboclo no Quilombo de Caxias".

A União da Ilha do Governador vai falar das mazelas com o enredo 'Nas encruzilhadas da vida, entre becos, ruas e vielas, a sorte está lançada: Salve-se quem puder!'

Fechando o domingo está a Portela, grande campeã do carnaval carioca com o enredo Guajupiá, terra sem males'.

A segunda-feira (24) de carnaval começa com o desfile da São Clemente que vai satirizar o jeitinho brasileiro com o enredo "o conto do vigário" a partir das 21h30.

A Vila Isabel vem em seguida falando de Brasília por meio do enredo "Gigante pela própria natureza: Jaçanã e um índio chamado Brasil".

O Salgueiro vai contar a história do primeiro palhaço negro do Brasil com o enredo "o rei negro do picadeiro.

Já a Unidos da Tijuca conta com a volta do carnavalesco Paulo Barros para falar da arquitetura com o enredo Onde Moram os sonhos.

A Mocidade Independente de Padre Miguel homenageia Elza Soares pelo enredo "Elza Deus Soares", como explica o carnavalesco Jack Vasconcellos.

Os desfiles do grupo especial vão ser encerrados pela Beija-flor de Nilópolis que promete enfeitar a reformada Marquês de Sapucaí com pedrinhas de brilhantes por meio do enredo "Se essa rua fosse minha".

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU