TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Diretor de Polícia do Rio afirma que mãe de Henry não sofria ameaça de Jairinho - Editoriais - Band News FM

Polícia

Texto:
+
-

Diretor de Polícia do Rio afirma que mãe de Henry não sofria ameaça de Jairinho

Antenor Lopes disse também que Monique Medeiros apresentou depoimentos que defendiam o vereador

Por Redação BandNews FM, às 11:59 - 08/04/2021

Jairinho e mãe de Henry foram presos temporariamente por 30 dias (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O chefe do Departamento-Geral de Polícia da Capital afirma que a mãe do menino sabia de todas as agressões de Jairinho que envolviam o menino Henry e que não existe nenhuma prova de que Monique sofria alguma ameaça do vereador.

Antenor Lopes disse também que a mãe apresentou depoimentos que defendiam Jairinho: “houve uma arquitetura incompreensível na morte do menino Henry”, afirmou o chefe do Departamento-Geral de Polícia da Capital.

VEJA MAIS

MENSAGENS TROCADAS COM BABÁ REVELAM QUE MÃE DE HENRY SABIA DAS AGRESSÕES DE JAIRINHO

VEREADOR JAIRINHO E MÃE DE HENRY SÃO PRESOS TEMPORARIAMENTE POR 30 DIAS NO RIO

SITUAÇÃO DO VEREADOR JAIRINHO VAI SER ANALISADA NA CÂMARA MUNICIPAL

AO VIVO: POLÍCIA CONCEDE COLETIVA SOBRE CASO DO MENINO HENRY

POLÍCIA AFIRMA QUE MÃE DE HENRY APAGOU MENSAGENS QUE REVELAVAM MORTE DO MENINO

‘ELE ESTÁ TRANSTORNADO POR DESCOBRIR O ENVOLVIMENTO DA MÃE’, DIZ ADVOGADO DO PAI DE HENRY

PAI DE HENRY SE EMOCIONA AO FALAR DO FILHO NA INTERNET

MÃE DE HENRY SE OMITIU E ACEITOU AS AGRESSÕES AO FILHO, AFIRMA DELEGADO

JAIRINHO PODE SER EXPULSO DO PARTIDO POR ENVOLVIMENTO NO CASO HENRY

Como antecipado mais cedo pela BandNews FM, Lopes voltou a dizer que a prisão temporária não se deu apenas por causa das agressões, mas pelas mensagens que estão sendo investigadas.

A Polícia Civil conseguiu recuperar mensagens apagadas dos celulares dos suspeitos. Nelas, Monique admitiu o crime contra a criança. Há também informações de que o vereador já havia agredido Henry, e que a mãe sabia desde o dia 12 de fevereiro.

O vereador e a mãe estão respondendo por homicídio duplamente qualificado pela tortura e pela impossibilidade de defesa da vítima, segundo o Diretor de Polícia da Capital.

Acompanhe a entrevista completa durante o Jornal da BandNews Rio – 1ª Edição:

NEWSLETTER
OU