TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Empresários relatam burocracia para ter acesso a empréstimos durante pandemia - Editoriais - Band News FM

Economia

Texto:
+
-

Empresários relatam burocracia para ter acesso a empréstimos durante pandemia

Segundo a Fecomércio, cerca de 40% das empresas de comércio podem fechar definitivamente devido à pandemia de Covid-19

Por Giovanna Faria*, às 13:51 - 29/06/2020 | Atualizado às 16:03 - 29/06/2020

00:00 / 00:00

A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) afirmou que liberou R$ 100 bilhões para crédito (Foto: Agência Brasil)

Apesar da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) ter divulgado que liberou R$ 100 bilhões para crédito, a burocracia ainda é a principal dificuldade para microempresários conseguirem um empréstimo em bancos durante a crise da pandemia de Covid-19.

O empresário Carlos Eduardo Cid explica que tenta desde o início da quarentena alguma ajuda financeira para sobreviver na crise, mas até o momento não conseguiu, devido às exigências dos bancos públicos e privados.

Essa situação também tem atrapalhado os negócios do empresário Luís Carlos Ribeiro. Ele explica que depois que teve uma queda de 90% no faturamento do restaurante, que fica em Vargem Pequena, na Zona Oeste, e começou a tentar empréstimo para manter o negócio, mas ainda não conseguiu.

O empresário Antônio Bruno da Silva conta que chegou a tentar uma negociação com a Caixa Econômica Federal, mas foi informado de que ainda não seria possível solicitar o empréstimo.

Segundo a Fecomércio, há uma estimativa de que 40% das empresas de comércio fechem definitivamente por causa da crise provocada pela Covid-19. De acordo com dados, quatro em cada dez microempresários estão tentando um empréstimo com os bancos.

No entanto, 32,3% dos entrevistados afirmaram que não vão pedir o empréstimo, por medo de não se recuperarem da crise e 10% precisam desse dinheiro, mas preferem não arriscar devido às altas taxas de juros.

Apesar de o setor bancário ter concedido mais de R$ 50 bilhões em novas contratações para pequenas empresas no período da pandemia, a Febraban reconhece que o volume não foi suficiente para atender a demanda por novos financiamentos.

*Estagiária sob supervisão de Isabele Rangel

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU