TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Especialistas analisam impacto de possível troca da presidência da Petrobras no mercado - Editoriais - Band News FM

Economia

Texto:
+
-

Especialistas analisam impacto de possível troca da presidência da Petrobras no mercado

Ações da estatal apresentam queda na bolsa. O recuo foi de pouco mais de 21%

Por Gustavo Sleman , às 20:56 - 22/02/2021

00:00 / 00:00

Os números negativos puxaram o Ibovespa, que fechou o dia com redução de 4,76% (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O reflexo da incerteza do mercado diante da indicação do general Joaquim Silva e Luna para a presidência da Petrobras pode ser sentido no tombo das ações da companhia na B3, a bolsa de valores brasileira. Ao fim do pregão desta segunda-feira (22), a queda foi de pouco mais de 21%.

Os números negativos puxaram o Ibovespa, que fechou o dia com redução de 4,76%. De acordo com o head da mesa de operações na Capitale Privato XP, Pedro Dubois, a sinalização na troca no comando da empresa e as declarações do presidente da República Jair Bolsonaro causaram impactos até em outras estatais.

Uma das maiores preocupações de acionistas e investidores é a possível interferência do governo. Para o diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura e especialista em óleo e gás, o presidente da Petrobras e o Governo Federal precisam respeitar as respectivas áreas de atuação.

Mas, o professor Adriano Pires destaca a necessidade de pensar em soluções que não transfiram o ônus da alta do barril de petróleo para os brasileiros. Para o cientista político Guilherme Carvalhido a decisão de Bolsonaro põe em risco a credibilidade do presidente junto ao setor.

Apesar do receio sobre interferências, o especialista em finanças Alexandre Prado acredita que a mudança no comando não vá interferir na chegada de recursos de fora para o mercado nacional.

Na visão do economista-chefe da Ativa Investimentos Étore Sanchez, as consequências no mercado são geradas principalmente por conta das indicações do presidente da República.

Apesar do general Luna e Silva descartar uma interferência em preços na Petrobras e afirmar que vai buscar equilíbrio, o economista-chefe da Nova Futura Investimentos, Pedro Paulo Silveira, analisa que isso não é suficiente tranquilizar o mercado.

Durante a tarde desta segunda-feira (22), os ADRs da Petrobras, que são recibos das ações da petroleira negociados na Bolsa de Nova York, caíram 20%.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU