TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Famílias de baixa renda declaram viver com menos do que o necessário para chegar ao fim do mês - Editoriais - Band News FM

Cidade

Texto:
+
-

Famílias de baixa renda declaram viver com menos do que o necessário para chegar ao fim do mês

O estudo apontou também desproporção de concentração de renda, frente ao custo de vida do brasileiro

Por Daniella Dias, às 14:17 - 25/11/2020 | Atualizado às 18:29 - 25/11/2020

00:00 / 00:00

Em média, uma pessoa precisava do dobro que recebia para suprir suas necessidade (Foto: Camille Perissé/Agencia IBGE Notícias)

Cerca de 30% das pessoas com os menores rendimentos no país não conseguiam ter dinheiro até o fim do mês, entre os anos de 2010 e 2018. A constatação é da Pesquisa de Orçamentos Familiares - Perfil das Despesas no Brasil, divulgada nesta quarta-feira (25), pelo IBGE.

Esses brasileiros ganhavam, em média, R$ 244,60. No entanto, elas precisavam de quase o dobro para suprir as necessidades. O estudo apontou também desproporção de concentração de renda, frente ao custo de vida, já que aqueles que recebiam pouco mais de R$ 6.200.00, consideravam ser necessário R$ 4 mil para viver.

As despesas com moradia foram apontadas como os vilões nas despesas pessoais, o que inclui aluguel, condomínio e impostos. A analista do IBGE, Luciana dos Santos, explica que a raça e o gênero da pessoa também influenciam no valor gasto com habitação.

Ainda de acordo com a pesquisa quase 25% das pessoas vivem em famílias com restrição a serviços de saúde, além de dificuldades de acesso a medicamentos e produtos farmacêuticos. A economista do IBGE, Isabel Martins reforça a disparidade de acesso aos serviços entre as famílias mais pobres e as mais ricas.

Apenas 18,1% das pessoas viviam em famílias em que todos possuíam plano de saúde, enquanto 64,4% eram famílias que precisam do Sistema Único de Saúde para serem atendidas.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU