TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Gata arranha mulher e é morta a pauladas dentro de mercado em Paraty - Editoriais - Band News FM

Violência

Texto:
+
-

Gata arranha mulher e é morta a pauladas dentro de mercado em Paraty

Autora do crime vai responder por maus-tratos e crueldade a animais

Por Luiza Muttoni, às 09/01/2019 - 09:33

00:00 / 00:00

Cliente entrou no local e pisou no rabo do animal (Foto: Reprodução)

Vai responder pelo crime de maus-tratos e crueldade a animais a mulher acusada de matar uma gata a pauladas em Paraty, na Costa Verde Fluminense, no último domingo (6). De acordo com a Polícia Civil, a mulher - que não teve a identidade divulgada - prestou depoimento na delegacia da cidade, mas foi liberada depois de assinar um termo de compromisso.

O gerente do supermercado onde aconteceu o caso conta que a gatinha era uma espécie de "mascote" da loja. Segundo Pedro Paulo Fernandes, a cliente pisou no rabo do animal, que acabou arranhando a perna dela para se defender. Foi o suficiente para motivar a agressão. Imagens que circulam na internet mostram a crueldade da ação.

Recentemente, outro caso de maus tratos a animais ganhou destaque no noticiário: a morte do cão Manchinha em um mercado de Osasco, São Paulo. Ele foi morto a pauladas pelo segurança do local, que vai responder em liberdade pelo crime de abuso e maus-tratos a animais.

Além da violência, a falta de infraestrutura para serviços básicos também preocupa quem tem animais de estimação no Rio. Na terça-feira (8), um gatil que servia para castrar animais de forma gratuita, no Centro do Rio, foi roubado.

Os criminosos levaram aparelhos de ar-condicionado, fios de cobre e até o vaso sanitário do local, que estava fechado desde 2017, justamente porque outro assalto impossibilitou o funcionamento da unidade.

O presidente da Comissão de Defesa dos Animais da Câmara Municipal, vereador Luiz Carlos Ramos Filho (PODE), diz que os roubos no gatil são constantes. O político vai solicitar, nesta quinta-feira (10), à Prefeitura um novo local para atender os animais.

A Subsecretaria de Bem-Estar Animal avalia a possibilidade de realocar o centro de castração gratuito para outro local, na mesma região.

NEWSLETTER
OU