TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Hospitais de Campanha: duas das sete unidades não serão entregues - Editoriais - Band News FM

Coronavírus

Texto:
+
-

Hospitais de Campanha: duas das sete unidades não serão entregues

Os hospitais de Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu não serão finalizados e a ideia é firmar acordos com redes particulares de saúde para atender pacientes do Interior

Por Gustavo Sleman, às 14:56 - 01/07/2020 | Atualizado às 19:50 - 01/07/2020

00:00 / 00:00

A informação foi dada pelo secretário de Estado de Saúde, Alex Bousquet (Foto: Gustavo Sleman)

Dois dos sete hospitais de campanha prometidos pelo Governo do Rio para o combate a pandemia de Covid-19 não serão finalizados. As unidades ficam em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, e Casimiro de Abreu, na Região da Baixada Litorânea.

A informação é do secretário estadual de Saúde, Alex Bousquet. Nesta quarta-feira (1º), ele deu a primeira entrevista depois de assumir o cargo. Segundo ele, a decisão foi baseada em avaliações dos índices da doença no estado.

A ideia do Governo é fechar acordos com hospitais da rede particular para atender pacientes do Interior do estado.

Segundo o secretário, as unidades de Nova Iguaçu e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e Nova Friburgo, na Região Serrana, serão inauguradas e usadas como uma espécie de retaguarda para uma possível segunda onda de contaminação.

Contratos com organizações sociais também estão sendo analisados, inclusive com o Iabas, antigo responsável pela construção e administração das unidades, e afastado após descoberta de uma série de irregularidades. Uma nova sistemática de controle foi instituída. Todos os pagamentos de valores acima de R$ 5 milhões terão de ser autorizados por dois ordenadores de despesas, reforçando a fiscalização.

Alex Bousquet é o terceiro secretário de Saúde do Rio durante a pandemia de Covid-19. O primeiro a deixar o cargo foi Edmar Santos, que saiu após denúncia de irregularidades em sua gestão. O substituto, Fernando Ferry, deixou pasta alegando que ficou com medo sujar seu CPF, após se inteirar dos problemas na pasta.

Dos sete hospitais de campanha prometidos, somente o do Maracanã, na Zona Norte; e o de São Gonçalo, na Região Metropolitana foram entregues. Este último, depois de diversos adiamentos.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU