TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
IBGE: desemprego aumenta e atinge mais de 12,7 milhões de brasileiros - Editoriais - Band News FM

Mercado de Trabalho

Texto:
+
-

IBGE: desemprego aumenta e atinge mais de 12,7 milhões de brasileiros

O índice subiu para 12,9% no trimestre terminado em maio

Por Andrezza Buzzani, às 15:09 - 30/06/2020 | Atualizado às 18:17 - 30/06/2020

00:00 / 00:00

Na comparação com o trimestre anterior, são mais 368 mil pessoas em busca de trabalho (Foto: Ana Volpe/Agência Senado)

A taxa de desemprego no Brasil subiu para 12,9% no trimestre terminado em maio, atingindo 12,7 milhões de pessoas. O dado foi divulgado pelo IBGE na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, nesta terça-feira (30), e tem como referência os meses de março, abril e maio, quando teve início a pandemia do coronavírus.

Na comparação com o trimestre anterior, são mais 368 mil pessoas em busca de trabalho. A população ocupada, aqueles que têm algum tipo de trabalho, também teve queda recorde, de 8,3%. São 7 milhões e 800 mil a menos em relação ao trimestre anterior.

Segundo a analista do IBGE e responsável pela PNAD Contínua mensal, Adriana Beringuy, a redução atingiu principalmente os trabalhadores informais.

O artista plástico Sebastião Vitorino, vivia com a renda das exposições na Feira Hippie da Praça General Osório, em Ipanema, na Zona Sul carioca. Com a suspensão da feira que acontecia aos domingos, Sebastião está há três meses parado.

Já o porcentual de pessoas ocupadas em idade de trabalhar, caiu para 49,5%, uma redução de cinco pontos porcentuais em relação ao período entre dezembro de 2019 e fevereiro deste ano. Esse é o mais baixo nível da ocupação desde o início da pesquisa em 2012.

O grupo que corresponde a administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais, foi o único que teve aumento no número de pessoas ocupadas em relação ao trimestre anterior, com crescimento de 4,6%.

O que registrou a maior queda foi o comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, com menos 2 milhões de empregados. Uma redução de 11,1%.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU