TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Idosos que sobreviveram à Segunda Guerra Mundial são vacinados contra a Covid-19 - Editoriais - Band News FM

Coronavírus

Texto:
+
-

Idosos que sobreviveram à Segunda Guerra Mundial são vacinados contra a Covid-19

As histórias de Rosa Szklars e João Amaro dos Santos estão diretamente ligadas ao confronto

Por Gustavo Sleman, às 19:46 - 20/01/2021

00:00 / 00:00

A trajetória da lituana Rosa Szklars, de 93 anos, é um exemplo de superação (Foto: Arquivo Pessoal)

Um confronto que mobilizou diferentes países e privou a liberdade de muitos. Apesar dos pontos em comum, 81 anos separam a Segunda Guerra Mundial da atual pandemia de covid-19. O início da vacinação, uma espécie de Dia D na luta contra a doença, fez com que as histórias de idosos cariocas ligassem as duas batalhas. 

A trajetória da lituana Rosa Szklars, de 93 anos, é um exemplo de superação. Por ser judia, ela chegou a ficar presa em diferentes campos de concentração nazistas. Em um deles, foi forçada a trabalhar em uma fábrica.

Tudo mudou após conseguir fugir ao lado de uma amiga. Em seguida, Rosa conheceu Menachem, com que se casou. Juntos, os dois vieram para o Brasil e formaram família no Rio de Janeiro. 

Moradora de um abrigo na Zona Sul da capital fluminense, a sobrevivente do Holocausto foi vacinada nesta quarta-feira (20). A neta da idosa, Débora Szklars, classificou a imunização da avó como emocionante.

Whats-App-Image-2021-01-20-at-09-59-52-1024x682

Na Baixada Fluminense, um ex-combatente da Segunda Guerra Mundial foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 em Nilópolis. O militar foi escolhido porque é um idoso ilustre da cidade.

Hoje com 95 anos, João Amaro dos Santos foi tenente da Marinha e defendeu uma frota de navios mercantes brasileiros de um submarino alemão perto do Estreito de Gibraltar. 

Alagoano de Maceió, João veio com 16 anos para o Rio de Janeiro, onde se alistou a corporação. Homenageado na década de 80 com o título de Cidadão Honorário Nilopolitano, João agora espera o fim do isolamento social para poder sair e rever os cinco bisnetos.

NEWSLETTER
OU