TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Inflação sobe 0,64% e tem maior resultado para o mês em 17 anos - Editoriais - Band News FM

Economia

Texto:
+
-

Inflação sobe 0,64% e tem maior resultado para o mês em 17 anos

O valor alto foi puxado pela alta dos preços dos alimentos e combustíveis

Por Daniella Dias, às 11:59 - 09/10/2020 | Atualizado às 15:33 - 09/10/2020

00:00 / 00:00

No ano, a inflação acumula alta de 1,34% (Foto: Agência Brasil)

Influenciada novamente pelas altas dos preços dos alimentos e dos combustíveis, a inflação acelerou para 0,64% em setembro. Este é o maior resultado para o mês dos últimos 17 anos.

Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, divulgado nesta sexta-feira (9) pelo IBGE. Os preços dos alimentos para consumo no domicílio tiveram impacto da alta do dólar e da maior demanda interna.

De acordo com o gerente da pesquisa, Pedro Kislanov, as altas da soja e do arroz influenciaram mais do que as das carnes. A alta nos preços do arroz fez a assistente comercial, Duane Oliveira, diminuir a compra do produto em setembro.

Outros produtos que pesaram no bolso das famílias foram o tomate e o leite longa vida. Por outro lado, os preços da cebola, da batata-inglesa, do alho e das frutas tiveram queda. Nos transportes, os combustíveis continuam em alta, em especial, a gasolina que teve aumento de 1,95% em setembro, de acordo com o IPCA.

Os demais destaques da pesquisa ficaram com os grupos de artigos de residência, transportes e habitação que registraram aumento. Após quatro meses consecutivos de queda, o grupo vestuário apresentou alta de 0,37%, assim como as passagens aéreas, que tiveram aumento de 6,39%.

O maior impacto negativo foi registrado no grupo de saúde e cuidados pessoais, principalmente, por causa da queda de 2,31% nos planos de saúde. Isso porque em agosto a Agência Nacional de Saúde Suplementar decidiu suspender a aplicação de reajustes aos contratos para todos os tipos de planos até o fim de 2020.

Em setembro, todas as 16 regiões pesquisadas pelo IBGE tiveram alta nos preços. O maior índice foi registrado em Campo Grande, com aumento de 1,26%. O menor resultado ficou com a região metropolitana de Salvador, com 0,23%.

No ano, a inflação acumula alta de 1,34% e, em 12 meses, de 3,14%.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU