TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Investimentos na economia brasileira apresentam queda de 8,9% em março, aponta Ipea - Editoriais - Band News FM

Economia

Texto:
+
-

Investimentos na economia brasileira apresentam queda de 8,9% em março, aponta Ipea

Especialistas apontam que os dados já mostram reflexos dos impactos econômicos da pandemia de Covid-19

Por Carlos Briggs, às 18:37 - 07/05/2020 | Atualizado às 21:17 - 07/05/2020

00:00 / 00:00

Os dados foram divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada nesta quinta-feira (7) (Foto: Agência Brasil)

Os investimentos na economia brasileira apresentaram queda de 8,9% no mês de março, quando comparados a fevereiro. Especialistas apontam que os dados, divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), nesta quinta-feira (7), já mostram reflexos dos impactos econômicos da pandemia da Covid-19.

Os maiores impactos da retração foram sentidos no setor de máquinas e equipamentos, que recuaram 15,1%. O cenário é ainda pior quando analisado o mercado externo, já que a importação obteve resultado negativo de 35,9%. No investimento interno, também houve queda, mas menos acentuada: 9,5%. Outro indicador que também puxou os investimentos na economia brasileira para baixo foi o da construção civil, com retração de 6,7 %, também no terceiro mês do ano.

A arquiteta Ana Paula, trabalha junto com o marido na construção civil, através da coordenação de obras, e desabafa: a crise, que já existia antes da pandemia, agora parece não ter mais fim.

Para o pesquisador do Ipea, Leonardo Mello, o cenário representa incertezas, diante da pandemia do coronavírus, tanto de quem produz, como também de quem consome.

Para o professor da Fundação Getúlio Vargas, Mauro Rochlin, a queda no setor de máquinas e equipamentos poderia representar um aquecimento do mercado interno, se não estivéssemos vivendo a pandemia da Covid-19. 

A pesquisa do Ipea foi divulgada nesta quinta-feira (7), dia em que a cotação do dólar bateu novo recorde negativo, chegando a valer R$ 5,80.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU