TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Juristas rebatem fala de Crivella sobre juiza que fechou a Niemeyer - Editoriais - Band News FM

Cidade

Texto:
+
-

Juristas rebatem fala de Crivella sobre juiza que fechou a Niemeyer

Prefeito fez comentários sobre a aparência física da magistrada

Por Emily Almeida, às 22:12 - 06/10/2019 | Atualizado às 07:20 - 07/10/2019

00:00 / 00:00

Declarações foram feitas neste fim de semana (Foto: Tatiana Campbell)

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e a Associação dos Magistrados do Estado se manifestaram contra as declarações do prefeito Marcelo Crivella sobre a juíza que decidiu manter fechada a Avenida Niemeyer.

Em agenda pública, na Zona Oeste da capital, neste fim de semana, o chefe do executivo municipal debochou de um site sobre comportamento mantido pela juíza Mirela Erbisti e fez comentários sobre a aparência física dela.

A presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro, Renata Gil, classificou as declarações como preconceituosas e machistas.  A entidade diz que o ataque grosseiro à juíza representa mais uma tentativa do prefeito de pressionar o judiciário para reverter uma decisão legítima.

Em nota, o presidente do TJ, desembargador Claudio de Mello Tavares, reforçou a importância da separação dos poderes e disse que o interesse público está acima de interesses pessoais, políticos e religiosos.

Até o fechamento da reportagem, o Executivo Municipal não respondeu às manifestações.

A Avenida Niemeyer, que liga os bairros de São Conrado e Leblon, na Zona Sul do Rio, está interditada por determinação da juíza Mirela Erbisti desde 28 de maio após duas pessoas morrerem em um deslizamento. A gestão municipal contesta e diz que a via tem condições de ser reaberta em tempo seco.

NEWSLETTER
OU