TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Leven Siano diz que vai entrar com recurso contra decisão que suspendeu eleição no Vasco - Editoriais - Band News FM

Vasco

Texto:
+
-

Leven Siano diz que vai entrar com recurso contra decisão que suspendeu eleição no Vasco

O candidato afirma que não vai participar de um novo pleito caso o já realizado seja suspenso

Por Ryan Lobo, às 19:45 - 09/11/2020 | Atualizado às 19:51 - 09/11/2020

00:00 / 00:00

O advogado afirma que o STJ não tem competência para suspender o pleito (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Candidato mais votado na eleição presidencial do Vasco no sábado (7), Leven Siano afirma que o processo foi legal e que vai entrar com um recurso nesta terça (10), no Superior Tribunal de Justiça, pedindo a reconsideração da decisão que suspendeu a eleição pouco antes do fim.

Acompanhado do senador Romário, o advogado afirmou nesta segunda (9) que o STJ não tem competência para suspender o pleito. Leven Siano afirma que não vai participar de uma nova eleição caso a já realizada seja suspensa.

Leven Siano recebeu 1.155 votos, ficando à frente de Jorge Salgado, de Julio Brant, do atual presidente do clube, Alexandre Campello, e do Sérgio Frias.

Inicialmente marcada para sábado (7), a eleição no Vasco chegou a ser adiada para o dia 14 de novembro, de forma virtual. No entanto, na noite de sexta-feira (6), a Justiça determinou que a votação fosse realizada no dia seguinte, presencialmente. Os votos tiveram início pouco antes das dez da manhã, e foram suspensos no fim da tarde pelo presidente do STJ, Humberto Martins.

Mesmo com a decisão, a mesa diretora da Assembleia Geral do clube decidiu prosseguir com a votação. Pouco antes do fim do processo, marcado para as 22 horas, as luzes do ginásio de São Januário foram apagadas, e a apuração dos votos foi realizada às duas da manhã de domingo (8).

Para o presidente da Assembleia Geral do Vasco, Faués Cherene Jassus, o Mussa, como é conhecido, a decisão do STJ mantém também a votação online marcada anteriormente para o dia 14 de novembro.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU