TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Mãe e irmã de Anderson do Carmo são autorizadas a ajudar no processo da morte do pastor - Editoriais - Band News FM

Justiça

Texto:
+
-

Mãe e irmã de Anderson do Carmo são autorizadas a ajudar no processo da morte do pastor

Agora, o advogado Ângelo Máximo, que representa Maria Edna do Carmo e Michele do Carmo, vai auxiliar o Ministério Público do Rio na ação

Por Emily Almeida, às 13:52 - 11/09/2019 | Atualizado em 09:38 - 12/09/2019

00:00 / 00:00

Anderson do Carmo foi morto a tiros dentro da casa da família, em Niterói (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A Justiça Fluminense autoriza a entrada da mãe e irmã do pastor Anderson do Carmo como assistentes de acusação no processo da morte do marido da deputada federal Flordelis. A decisão é da juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói.

Agora, o advogado Ângelo Máximo, que representa Maria Edna do Carmo e Michele do Carmo, vai auxiliar o Ministério Público do Rio na ação que tem como réus dois filhos da parlamentar e de Anderson - Flávio e Lucas dos Santos.

O assistente de acusação pode solicitar perícias, acareações, busca e apreensão, além de estar apto a requerer perguntas às testemunhas, sempre depois do Ministério Público, e participar dos debates orais.

Ângelo Máximo afirma que ainda vai estudar as possibilidades do processo e que não há previsão de tomar nenhuma medida imediamente. Ele reforçou que todas as decisões devem passar pelo crivo do MP.

Anderson do Carmo foi morto a tiros dentro da casa da família, em Pendotiba, Niterói, na Região Metropolitana Fluminense, em junho.

A reconstituição do crime foi agendada pela Polícia Civil para o sábado que vem. O caso completa três meses em 16 de setembro.

A deputada federal Flordelis e outros 11 familiares devem ser intimados a participar da simulação. A parlamentar está em Brasília, acompanhada de três filhos. A defesa adiantou que ela deve participar.

NEWSLETTER
OU