TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
MP pede prisão da técnica de enfermagem acusada de aplicar a falsa vacina em Niterói - Editoriais - Band News FM

Vacinação

Texto:
+
-

MP pede prisão da técnica de enfermagem acusada de aplicar a falsa vacina em Niterói

Rozemary foi indiciada por peculato e crime contra a saúde pública

Por Ryan Lobo, às 18:26 - 22/02/2021

00:00 / 00:00

Aos policiais, a técnica de enfermagem alegou que estava muito cansada e estressada (Foto: Acervo pessoal)

O Ministério Público pediu a prisão da técnica de enfermagem Rozemary Gomes Pita, de 42 anos. A profissional é acusada de aplicar a falsa vacina contra a Covid-19 em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Aos policiais, a técnica de enfermagem alegou que estava muito cansada e estressada. Rozemary Gomes Pita foi indiciada por peculato e crime contra a saúde pública. A defesa dela não foi localizada pela reportagem.

Já sobre a mesma investigação em Copacabana, na Zona Sul do Rio, o depoimento da enfermeira residente foi adiado. A profissional é acusada de aplicar a "vacina de vento" em uma idosa de 85 anos.

Adenilde Lourenço da Silva vai ser ouvida na próxima quarta-feira (24), já que os advogados de defesa só tiveram acesso aos autos do processo nesta segunda-feira (22), dia em que a acusada prestaria esclarecimentos.

Segundo a advogada da profissional, Cinthia Azevedo, o reagendamento foi necessário para que a defesa tenha mais detalhes sobre as investigações:

A residente do Centro Municipal de Saúde João Barros Barreto, onde ocorreu a irregularidade, também foi intimada, já que foi acusada pela própria profissional que aplicou a “vacina de vento, de não ter enchido a seringa.

O caso, que aconteceu no último dia 27, foi denunciado pela filha da idosa, que percebeu que a seringa estava vazia após rever a gravação da aplicação. A testemunha foi ouvida nesta segunda-feira (21).

Já na Região Serrana do Rio, a Polícia Civil não descarta a hipótese de que a técnica de enfermagem tenha, também, aplicado a "vacina de vento" em uma idosa de 96 anos para encobrir uma possível perda da dose.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU