TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Nove estados recuperam o patamar de produção do setor industrial - Editoriais - Band News FM

Economia

Texto:
+
-

Nove estados recuperam o patamar de produção do setor industrial

O destaque ficou com São Paulo, que teve o maior impacto positivo no resultado de setembro, com alta de 5%

Por Daniella Dias, às 10:05 - 10/11/2020 | Atualizado às 15:31 - 10/11/2020

00:00 / 00:00

Setor de veículos automotores influencia alta da indústria paulista (Foto: ANE-PR)

Após as paralisações causadas pela pandemia do coronavírus, nove estados recuperaram o patamar de produção do setor industrial no mês de setembro. De acordo com o IBGE, Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Pará, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul registraram índices positivos.

Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal divulgada nesta terça-feira (10) pelo IBGE.

O destaque ficou com São Paulo, que teve o maior impacto positivo no resultado de setembro, com alta de 5%. A taxa foi influenciada pelo setor de veículos automotores, que também foi a principal atividade da média nacional - com alta de 2,6%.

De acordo com o analista da pesquisa, Bernardo Almeida, o Paraná também se destacou e alcançou o patamar pré-pandemia ficando 0,5% acima do nível de produção de fevereiro.

Devido às quedas registradas nos setores de refino e extração de petróleo, o Rio de Janeiro registrou redução de 3,1% na indústria no mês de setembro, se tornando o principal impacto negativo da produção nacional. O estado recuou após quatro altas consecutivas – período em que acumulou 19,8%.

Pernambuco também registrou queda, sendo de 1,3%.

Em relação a setembro de 2019, a alta de 3,4% da produção industrial nacional foi acompanhada por 12 dos 15 locais pesquisados. Este é o primeiro resultado positivo depois de dez meses de quedas, desde novembro do ano passado.

Na mesma comparação, o estado de São Paulo teve o principal impacto positivo, com alta de 4,9%, puxada pelos setores de produtos alimentícios, com maior produção de açúcar e dos derivados de petróleo, com aumento, principalmente, na produção de óleo diesel, óleos combustíveis e gasolina automotiva.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU