TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Operador financeiro de Cabral afirma que Pezão recebia propina - Editoriais - Band News FM

Justiça

Texto:
+
-

Operador financeiro de Cabral afirma que Pezão recebia propina

Sérgio Castro disse que o então secretário de obras recebeu, durante 6 anos, mesadas que variavam entre R$ 50 mil e R$ 150 mil

Por Emily Almeida, às 20:09 - 14/01/2020 | Atualizado às 20:55 - 14/01/2020

00:00 / 00:00

Ex-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (Foto: Agência Brasil)

Um dos operadores financeiros do ex-governador do Rio Sérgio Cabral assume que Luiz Fernando Pezão também fazia parte do esquema de propinas mensais investigado na Operação Boca de Lobo, um desdobramento da Lava Jato no Rio.

Em depoimento ao juiz Marcelo Bretas nesta terça-feira (14), o réu colaborador Sérgio Castro, conhecido como Serjão, disse que o então secretário de obras recebia mesadas de R$ 50 mil até 150 mil reais durante 6 anos.

Já a audiência de Pezão nesse caso ficou para o próximo mês. As acusações levaram o ex-governador do Rio para a prisão em novembro de 2018. Por decisão do Superior Tribunal de Justiça, ele foi solto no mês passado.

A defesa de Pezão nega o envolvimento. O advogado Flávio Mirza diz que as contradições vão ser apontadas no depoimento dele.

O esquema de proprinas investigado pelo Ministério Público Federal teria movimentado mais de 40 milhões de reais entre 2007 e 2014, período em que o político do MDB foi secretário e depois vice-governador durante a gestão de Cabral.

Na segunda-feira (13), o presidente da Assembleia Legislativa do Rio também prestou depoimento à justiça federal. André Ceciliano, do PT, foi ouvido como testemunha de defesa de Pezão.

Ele disse que nunca soube de nenhum tipo de pagamento ilegal ou de algum tipo de favorecimento a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado.

As mesmas perguntas foram feitas a Wagner Victer, ex-secretário de Educação e ex-presidente da Cedae e da Faetec na gestão Pezão. Ele também negou conhecimento do esquema.

NEWSLETTER
OU