TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Polícia investiga caso de injúria racial na Zona Sul do Rio - Editoriais - Band News FM

Cidade

Texto:
+
-

Polícia investiga caso de injúria racial na Zona Sul do Rio

O registro foi feito na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância

Por Caroline Lacerda, às 21:39 - 20/09/2019 | Atualizado às 23:05 - 20/09/2019

00:00 / 00:00

A Polícia Civil investiga um caso de racismo em uma empresa em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro. De acordo com o relato da agente de viagens Eunice Cides, no último dia 10, enquanto terminava o almoço no trabalho, um homem - que não terá a identidade revelada a pedido da defesa da vítima - se aproximou e, segurando o braço dela, falou que "queria que o tempo da escravidão voltasse".

Eunice contou que as pessoas que estavam ao redor chegaram a repreender o funcionário e dizer que ele poderia ser processado. A vítima procurou a delegacia e realizou o registro da ocorrência no dia 16 deste mês.

A vítima afirma que, após a situação, precisou procurar terapia e tomar remédios... agora ela luta por justiça.

Procurado, o Club Med informou que o funcionário que cometeu as agressões foi desligado da empresa e que repudia o racismo e qualquer ato de razão discriminatória, seja com base em gênero, raça, credo ou qualquer outra natureza.

A empresa ressaltou ainda que possui código de ética e oferece canais internos de denúncia.

 

Segue o posicionamento do Club Med:

"O Club Med repudia de forma veemente o racismo bem como qualquer ato de razão discriminatória, seja com base em gênero, raça, credo ou qualquer outra natureza, tendo desligado o funcionário em questão assim que tomou conhecimento do caso. A empresa possui código de ética, se pauta pelos mais elevados padrões de conduta e oferece canais internos de denúncia. Club Med se orgulha de ser uma companhia multicultural e multirracial."

NEWSLETTER
OU