TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Prefeito de Duque de Caxias vai publicar decreto que permite retomada das atividades - Editoriais - Band News FM

Coronavírus

Texto:
+
-

Prefeito de Duque de Caxias vai publicar decreto que permite retomada das atividades

O relaxamento das medidas de restrição social começará a valer nesta segunda-feira (25)

Por Maurício Bastos, às 20:09 - 21/05/2020 | Atualizado às 23:48 - 21/05/2020

Prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (Foto: Divulgação)

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense é o primeiro município no estado do Rio a relaxar as medidas de isolamento social. Na próxima segunda-feira, o prefeito Washington Reis vai publicar um decreto autorizando a reabertura de todas as atividades econômicas, incluindo comércio, serviços e indústria.

A informação foi antecipada nesta quinta-feira com exclusividade pelo âncora da BandNews FM, Rodolfo Schneider.

Segunda cidade no estado do Rio em arrecadação, Duque de Caxias também é a vice-líder em número de mortes pelo coronavírus. São 167 óbitos desde o início da pandemia.

Em uma transmissão ao vivo pela internet, o prefeito Washington Reis criticou a imprensa e disse que a vida deve seguir.

A nova determinação, segundo o prefeito, ocorre em virtude do aumento do número de leitos disponíveis e da queda de atendimentos de pacientes com sintomas da Covid-19 nas unidades de saúde da cidade.

Washington Reis admite que tomou a decisão porque vinha sendo pressionado.

Em março, o prefeito defendeu que templos evangélicos permanecessem abertos por acreditar que a cura do coronavírus viria das igrejas. Depois disso, Washington Reis contraiu a covid-19 e ficou internado por 13 dias em um hospital particular na Zona Sul do Rio.

Segundo o decreto, o comércio em Duque de Caxias poderá voltar a funcionar, desde que siga normas de higienização, como o fornecimento de álcool em gel e de máscaras de proteção aos funcionários.

Os estabelecimentos também deverão exigir o uso de proteção pelos clientes, além de limitar o atendimento ao público a 30 por cento da capacidade de lotação.

Ainda de acordo com a norma, os ônibus municipais passam a circular com 50 por cento da frota.

NEWSLETTER
OU