TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Prefeitura do Rio espera receber segunda remessa da CoronaVac entre o fim de janeiro e o início de fevereiro - Editoriais - Band News FM

Vacinação

Texto:
+
-

Prefeitura do Rio espera receber segunda remessa da CoronaVac entre o fim de janeiro e o início de fevereiro

Sem definição da data, a Secretaria Municipal de Saúde estuda se utiliza todas as 115 mil doses no primeiro grupo ou se amplia a vacinação

Por Amanda Martins, às 16:15 - 20/01/2021

00:00 / 00:00

60 mil pessoas foram vacinadas nesta quarta-feira (20), na cidade do Rio (Foto: Divulgação/Governo do Estado)

A Secretaria Municipal de Saúde espera receber a segunda remessa da CoronaVac entre o fim de janeiro e o início de fevereiro. Enquanto a data de chegada não é definida, a Prefeitura ainda estuda se utiliza todas as 115 mil doses no primeiro grupo ou se amplia a vacinação.

Neste feriado de São Sebastião, os postos de saúde ficaram abertos exclusivamente para imunizar profissionais da área, idosos e deficientes que vivem em abrigos e indígenas. Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, cerca de 30 mil pessoas foram vacinadas nesta quarta-feira (20).

A primeira vacinação do dia aconteceu no Hospital Municipal Miguel Couto, na Zona Sul da cidade. O médico Ivan Santana Dorio, de 73 anos, está afastado das atividades desde o início da pandemia por fazer parte do grupo de risco. O neurocirurgião espera conseguir voltar a trabalhar assim que tomar a segunda dose, e mesmo imunizado, seguindo todos os protocolos de saúde.

Whats-App-Image-2021-01-20-at-12-26-30 Whats-App-Image-2021-01-20-at-12-26-34-768x512

Em 2012, o médico ficou conhecido por realizar uma complexa cirurgia para a retirada de um vergalhão da cabeça de um operário. A Coordenação de Emergência Regional do Leblon é porta de entrada para pacientes com Covid-19, com leitos de UTI dedicados ao tratamento da doença.

A vacinação também aconteceu em abrigos da capital como a Fundação Leão XIII e no Retiro dos Artistas, onde moram cantores, atores e escritores. Outros profissionais de Saúde, idosos com 75 anos ou mais que não moram em abrigos, além de quilombolas, também vão ser vacinados na primeira fase, mas ainda não há uma data definida.

Whats-App-Image-2021-01-20-at-10-29-00 Whats-App-Image-2021-01-20-at-10-29-00 Whats-App-Image-2021-01-20-at-10-32-45 Whats-App-Image-2021-01-20-at-10-34-25

Outras cidades do estado também realizaram a vacinação em grupos prioritários. Em Nilópolis, na Baixada Fluminense, um ex-combatente da Segunda Guerra Mundial recebeu a primeira dose da vacina da Covid-19. João Amaro dos Santos, de 95 anos se emocionou com a escolha de representar o município.

Já em Maricá, na Região Metropolitana, a imunização chegou à aldeia indígena Mata Verde Bonita. 44 integrantes da comunidade foram vacinados. No total, o município recebeu cerca de duas mil doses da CoronaVac.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

Whats-App-Image-2021-01-20-at-11-13-41 Whats-App-Image-2021-01-20-at-11-13-42

Em Nilópolis, na Baixada Fluminense, um ex-combatente da Segunda Guerra Mundial recebeu a primeira dose da vacina da Covid-19. João Amaro dos Santos, de 95 anos se emocionou com a escolha de representar o município. #Vacinação #BandNewsFM pic.twitter.com/sIt7PL1sk1

— BandNews FM - Rio (@bandnewsfmrio) January 20, 2021
NEWSLETTER
OU