TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Primeira vítima do incêndio no Hospital de Bonsucesso atuava na linha de frente do combate à Covid-19 - Editoriais - Band News FM

Cidade

Texto:
+
-

Primeira vítima do incêndio no Hospital de Bonsucesso atuava na linha de frente do combate à Covid-19

O quadro de saúde dela já era grave e ela não resistiu à transferência feita às pressas

Por Marcus Sadok, às 15:44 - 28/10/2020 | Atualizado às 16:39 - 28/10/2020

Três pessoas morreram em decorrência do incêndio (Foto: Agência Brasil)

Uma das vítimas do incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso atuava na linha de frente contra a Covid-19, antes de ser contaminada e internada com a doença. Núbia Rodrigues tinha 42 anos e era radiologista. O quadro de saúde dela já era grave antes mesmo do incêndio e ela não resistiu à transferência feita às pressas.

O filho de Núbia, Patrick Machado, conta que agora ficam as boas lembranças da mãe.

O enterro de Núbia vai ser nesta quinta-feira (29), às 14 horas, no Cemitério de Inhaúma, na Zona Norte.

Outro paciente que estava internado na unidade e não resistiu à transferência foi o garçom Marcos Paulo Luis, de 39 anos. Ele teve três paradas respiratórias enquanto estava sendo levado para a ambulância e morreu.

A família dele passou o dia tentando liberar o corpo do necrotério do hospital, mas como os documentos dele se perderam no incêndio, o processo foi bem mais demorado. Solange Conceição, tia de Marcos, disse que ele ficou quase 30 dias aguardando uma vaga na unidade, antes da tragédia.

No atestado de óbito do garçom, a causa da morte aparece como pneumonia e choque séptico. O enterro de Marcos Paulo Luis será nesta quinta-feira (29), em um cemitério de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

A terceira vítima do incêndio, uma idosa de 83 anos, não teve a identidade divulgada e os parentes não foram localizados pela reportagem.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU