TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Secretária que sugeriu "jegue" como transporte de professores acumula funções - Editoriais - Band News FM

Educação

Texto:
+
-

Secretária que sugeriu "jegue" como transporte de professores acumula funções

Sônia Oliveira de Souza também é professora e assessora-chefe de gabinete, em Mangaratiba

Por Ana Lícia Soares, às 20:47 - 11/06/2017 | Atualizado às 21:14 - 11/06/2017

00:00 / 00:00

A secretária de Educação e primeira-dama de Seropédica, na Região Metropolitana do Rio, que se envolveu em uma polêmica ao sugerir que docentes se deslocassem de jegue, também é professora e assessora-chefe de gabinete, em Mangaratiba, na mesma região.

Sônia Oliveira de Souza deve ser processada por assédio moral, pelo sindicato dos docentes, depois da declaração, dada em uma reunião. A sugestão foi dada a profissionais que lecionam em colégios de difícil acesso de Seropédica.

Ao acumular as duas funções em Mangaratiba, a primeira-dama fica ausente de Seropédica em dois dias da semana.

À BandNews FM, o prefeito do município e marido de Sônia alegou que, para compensar os dias de ausência, ela trabalha na secretaria de educação de 12h30 até às 20h30. Anabal de Souza, do PDT, disse também preferir que a primeira-dama fique em casa com ele e os netos.

Sônia tem uma matrícula de professora efetiva na rede municipal de Mangaratiba há 28 anos. Em fevereiro, ela foi nomeada como chefe de gabinete do município, distante 40 quilômetros de onde ela mora. Em Seropédica, além de secretária de Educação, ela é professora aposentada.

Sobre a sugestão dada aos professores, o prefeito Anabal de Souza disse que a primeira-dama fazia uma brincadeira.

NEWSLETTER
OU