TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Secretário de Desenvolvimento Econômico do estado é exonerado do cargo - Editoriais - Band News FM

Cidade

Texto:
+
-

Secretário de Desenvolvimento Econômico do estado é exonerado do cargo

Considerado homem-forte na gestão de Wilson Witzel, Lucas Tristão foi alvo da Operação Placebo que apura fraudes nas medidas de combate ao coronavírus no Rio

Por Gustavo Sleman, às 12:06 - 03/06/2020 | Atualizado às 21:32 - 03/06/2020

00:00 / 00:00

O ex-secretário se envolveu em polêmica no início do ano (Foto: Agência Brasil)

O governador do Rio, Wilson Witzel, ainda não anunciou o nome de quem vai assumir a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico após a saída de Lucas Tristão. A exoneração do ex-secretário foi publicada nesta quarta-feira (3), em edição extraordinária do Diário Oficial. A informação já havia sido antecipada por fontes ouvidas pela BandNews FM

Alvo da Operação Placebo, Tristão tinha entrado de férias na última segunda (1º), em meio às investigações que apuram fraudes no combate ao coronavírus no estado. Considerado homem-forte na gestão Witzel, o ex-secretário se envolveu em uma polêmica no início do ano com a Assembleia Legislativa, quando foi acusado de possuir dossiês contra deputados. Na época, o assunto foi discutido em diversas reuniões da Casa e se tornou o motivo do primeiro pedido de impeachment protocolado contra o governador, ainda em março.

A saída acontece na semana em que o ex-secretário seria convocado pela Comissão de Economia da Alerj para prestar esclarecimentos sobre ações de combate à crise provocada pela pandemia. Apesar de aprovar a exoneração, o presidente da comissão questionou o momento em que ela foi publicada. Segundo o deputado Renan Ferreira, Tristão já havia se esquivado de outros convites.

O Governo ainda não se pronunciou sobre a exoneração. Ainda no vai e vem do alto escalão, o deputado estadual Rosenverg Reis negou que vá assumir o cargo de liderança de Witzel na Assembleia. Ele informou que chegou a se encontrar pessoalmente com Witzel no Palácio Guanabara para tratar do assunto, no entanto, que recusou a proposta.

Segundo Rosenverg, o motivo para a negativa seria a coordenação das candidaturas dos irmãos nas eleições municipais deste ano na Baixada Fluminense. Fontes ouvidas pela BandNews FM já haviam informado sobre articulações para impedir a abertura de processo de cassação de Witzel na Alerj.

O presidente da Assembleia, o deputado André Ceciliano, confirmou que conversas aconteceram entre quinta (28), e segunda-feira (1º). Ceciliano disse também que membros do parlamento estariam sendo chamados de 'jujuba' no Palácio Guanabara. A referência ao doce foi feita no contexto da facilidade de compra.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU