TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Setor de serviços pode perder de 10% a 50% dos empregos da categoria, aponta UFRJ - Editoriais - Band News FM

Economia

Texto:
+
-

Setor de serviços pode perder de 10% a 50% dos empregos da categoria, aponta UFRJ

Dez milhões de trabalhadores da área podem ser afetados pela pandemia da Covid-19

Por Amanda Martins, às 19:14 - 20/04/2020 | Atualizado às 21:12 - 20/04/2020

00:00 / 00:00

No melhor panorama, cerca de 990 mil de pessoas podem perder seus empregos (Foto: Agência Brasil)

Dez milhões de trabalhadores que atuam no setor de serviços no Brasil podem ser afetados por conta da pandemia da Covid-19. A crise na economia pode gerar a perda de 10% a 50% dos empregos da categoria. Os dados são de uma pesquisa da Coppe/UFRJ que avaliou o impacto em seis grandes grupos de atividades econômicas de serviços no país com média salarial abaixo ou próxima a R$ 1.500,00.

Esses trabalhadores representam 21% do mercado formal de trabalho no país. A pesquisa teve como base as estimativas da Organização Internacional do Trabalho sobre grupos como: comércio varejista, alimentação e transporte de passageiros.

A recepcionista Christiane Amaral sentiu o impacto assim que os shoppings foram fechados. Ela trabalhava em um estabelecimento na Zona Norte do Rio desde janeiro e foi demitida assim que o período de isolamento social começou.

Segundo o pesquisador da Coppe, Yuri Lima, a maior preocupação das empresas neste momento é manter o fluxo de caixa.

A pesquisa também considerou sete cenários para a variação do PIB brasileiro em 2020, todos com retração entre -0,3% e -8%.

No melhor panorama, 10% dos trabalhadores dos setores analisados seriam demitidos, o que corresponde a 990 mil de pessoas sem emprego. Na pior perspectiva, com 50% de demissões, o número chega a quase 5 milhões de pessoas desempregadas. No cenário mais crítico, a taxa de desocupação poderia chegar a 15,9%.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU