TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Situação do vereador Jairinho vai ser analisada na Câmara Municipal - Editoriais - Band News FM

Política

Texto:
+
-

Situação do vereador Jairinho vai ser analisada na Câmara Municipal

O parlamentar e a mãe do pequeno Henry vão cumprir prisão temporária por 30 dias, apontados como os responsáveis pelo assassinato da criança

Por Andrezza Buzzani, às 10:36 - 08/04/2021

O partido Solidariedade comunicou o afastamento do vereador Jairinho (Foto: Mário Vasconcellos/Câmara dos Vereadores)

O Conselho de Ética da Câmara de Vereadores do Rio vai se reunir, hoje à noite (8), para decidir sobre o afastamento do vereador Jairinho, preso pela morte do enteado, Henry Borel, de 4 anos.

Sendo afastado do Conselho, o suplente Luiz Ramos Filho, do PMN, assume a cadeira no grupo.

O partido Solidariedade comunicou o afastamento do vereador Jairinho.

VEJA MAIS

MENSAGENS TROCADAS COM BABÁ REVELAM QUE MÃE DE HENRY SABIA DAS AGRESSÕES DE JAIRINHO

VEREADOR JAIRINHO E MÃE DE HENRY SÃO PRESOS TEMPORARIAMENTE POR 30 DIAS NO RIO

AO VIVO: POLÍCIA CONCEDE COLETIVA SOBRE CASO DO MENINO HENRY

POLÍCIA AFIRMA QUE MÃE DE HENRY APAGOU MENSAGENS QUE REVELAVAM MORTE DO MENINO

‘ELE ESTÁ TRANSTORNADO POR DESCOBRIR O ENVOLVIMENTO DA MÃE’, DIZ ADVOGADO DO PAI DE HENRY

DIRETOR DE POLÍCIA DO RIO AFIRMA QUE MÃE DE HENRY NÃO SOFRIA AMEAÇA DE JAIRINHO

PAI DE HENRY SE EMOCIONA AO FALAR DO FILHO NA INTERNET

MÃE DE HENRY SE OMITIU E ACEITOU AS AGRESSÕES AO FILHO, AFIRMA DELEGADO

JAIRINHO PODE SER EXPULSO DO PARTIDO POR ENVOLVIMENTO NO CASO HENRY

A Câmara Municipal do Rio informou que vai se reunir ainda hoje para debater a situação do parlamentar. Por causa da prisão, o vereador tem o salário imediatamente suspenso e fica formalmente afastado do mandato a partir do trigésimo primeiro dia após a prisão conforme o Regimento Interno da Câmara.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, o suplente mais votado do Solidariedade, partido de Jairinho, é o Marcelo Diniz, que teve 6.315 votos nas últimas eleições municipais. Marcelo Diniz é presidente da Associação de Moradores da Muzema, na Zona Oeste, e é investigado por supostas ligações com a milícia que atua na região.

Quando foi alvo de mandado de busca e apreensão, em 2019, Marcelo negou qualquer envolvimento com grupos paramilitares.

O suplente só entra se o afastamento for superior a 120 dias.

NEWSLETTER
OU