TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Terceiro dia da Bienal é marcado pela inclusão - Editoriais - Band News FM

Cultura

Texto:
+
-

Terceiro dia da Bienal é marcado pela inclusão

A feira conta com tradução em libras e visitas guiadas

Por Gustavo Sleman, às 22:40 - 01/09/2019 | Atualizado em 22:43 - 01/09/2019

00:00 / 00:00

Léo Motta lançou o livro "Há vida depois das marquises" (Foto: Divulgação | Bienal do Livro)

O mundo da literatura sempre foi conhecido por acolher a todos. Na Bienal do Livro não seria diferente, já que um dos marcos da edição desse ano é a inclusão.

Neste domingo (1), a feira chegou ao terceiro dia contando histórias escritas nas páginas da vida por diferentes autores. Uma delas é a de Léo Motta. Aos 38 anos, o ex-morador de rua e ex-dependente químico lançou o livro "Há vida depois das marquises". 

O lançamento da obra detalha episódios da vida do autor que foi acompanhado por 30 pessoas em situação de rua, convidados mais do que especiais para conhecer o evento e acompanhar a palestra. Emocionado, Léo espera que sua história mostre que existem outros caminhos possíveis:

O gerente de marketing e conteúdo da Bienal festejou a iniciativa. Segundo Bruno Henrique, projetos como esse escrevem um capítulo relevante para a história do maior festival literário do país:

Outra novidade que representa muito bem a inclusão proposta na décima-nona edição da Bienal é a tradução em libras, além das visitas guiadas para deficientes visuais.

Patrícia Saiogo é uma das responsáveis pela ação. Para ela, o projeto cria uma nova experiência para que jovens e crianças cegos que visitam o evento:  

No terceiro dia de evento, o RioCentro, na Zona Oeste, contou mais uma vez com casa cheia. Um dos destaques deste domingo (1)  foi a presença do autor best-seller de auto-ajuda Mark Manson.

Durante a Bienal, a Turma da Mônica abre as portas para um novo personagem: Edu. O garotinho que tem Distrofia Muscular de Duchenne - caracterizada por fraqueza e perda de massa muscular -, é a estrela de uma revistinha lançada nessa edição da Bienal do Livro.

Ainda nessa semana, Mauricio de Sousa recebe Macoto Tezka, filho do mangaká Osamu Tezuka, criador do Astro Boy.

A Bienal do Livro acontece até o dia 8 de setembro. 

NEWSLETTER
OU