TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Ruim
Avião Bom
Testemunha dá detalhes sobre ação que resultou em morte de cinegrafista - Editoriais - Band News FM

Polícia

Texto:
+
-

Testemunha dá detalhes sobre ação que resultou em morte de cinegrafista

O motorista de aplicativo disse que foi abordado por bandidos com fuzis que estariam na casa da vítima mantendo a família refém

Por Amanda Martins, às 20:39 - 18/06/2019 | Atualizado às 20:39 - 18/06/2019

O tiroteio que provocou a morte de Rafael começou quando a comunidade foi invadida por traficantes (Foto: Reprodução | Redes Sociais)

Um motorista de aplicativo contou em depoimento à Polícia Civil sobre a morte do cinegrafista Rafael Santos que foi abordado por bandidos com fuzis que estariam na casa da vítima mantendo a família refém. A testemunha afirma que não viu policiais militares durante o confronto próximo à casa de Rafael. No entanto, o motorista viu o momento em que criminosos de uma facção rival atiraram contra os bandidos que o abordaram.

Nesta terça-feira, policiais civis realizaram uma nova perícia  na casa onde o cinegrafista Rafael Santos foi morto durante um confronto. Rafael foi enterrado nesta segunda-feira (17), data em que faria aniversário de 35 anos. A cerimônia aconteceu no Cemitério do Catumbi, na mesma região onde o cinegrafista foi baleado na tarde do último sábado (15).

O tiroteio que provocou a morte de Rafael começou quando a comunidade foi invadida por traficantes de uma facção rival. Houve confronto também entre policiais e criminosos. 

Questionada sobre as acusações dos familiares de que o tiro partiu de policiais militares, a corporação informou apenas que colabora com as investigações do caso. Segundo a PM, os militares se envolveram em um confronto para terminar com a disputa entre traficantes.

NEWSLETTER
OU