TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Vereadores aprovam emenda que permite construções em um tradicional ponto de encontro no Centro do Rio - Editoriais - Band News FM

Infraestrutura

Texto:
+
-

Vereadores aprovam emenda que permite construções em um tradicional ponto de encontro no Centro do Rio

O trecho foi aprovado na chamada “Lei dos Puxadinhos”

Por Amanda Martins, às 16:15 - 31/07/2020 | Atualizado às 20:47 - 31/07/2020

00:00 / 00:00

O projeto permite modificações na Praça Mario Lago, conhecida como Buraco do Lume (Foto: Reprodução/CAU)

Uma emenda da chamada “Lei dos Puxadinhos” permite modificações na Praça Mario Lago, conhecida como Buraco do Lume. O local é um dos espaços culturais mais importantes do Centro do Rio, tombado pela Assembleia Legislativa do Rio este ano.

O trecho foi aprovado na última terça-feira, sem mesmo ser discutido nas oito horas da sessão. Se for sancionada pelo prefeito Marcelo Crivella, um decreto municipal de 1986 é revogado. Até então, só é permitida a construção de locais para a atividades culturais como cinema, teatro e biblioteca.

Para o diretor do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio, Alexandre Almeida, não é o momento de mudar a estrutura urbanística da cidade.

A emenda 14 do projeto também permite a projeção de lojas em subsolos na região mediante o pagamento de contrapartida da área de loja. A família da jornaleira Cátia Rianelli tem uma banca na região há 80 anos e não vê benefícios na construção de edifícios na região.

Em nota, a Prefeitura do Rio informou que que o local será preservado e quem construir, terá que oferecer uma contrapartida ao município, como a revitalização da área.

A lei dos puxadinhos já foi parar na Justiça quando o Ministério Público tentou impedir a primeira votação. Mas uma nova decisão judicial permitiu que ela acontecesse. A alegação dos promotores é de que o projeto pode favorecer construções de imóveis irregulares por milicianos.

Entre as demais alterações que seriam permitidas estão a conversão de apartamentos em salas comerciais mediante uma taxa e a mudança na altura máxima permitida para as construções.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU