TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Witzel apresenta defesa na última etapa do processo de impeachment - Editoriais - Band News FM

Política

Texto:
+
-

Witzel apresenta defesa na última etapa do processo de impeachment

O relator do Tribunal Misto Especial, deputado estadual Waldeck Carneiro, vai ter 10 dias para emitir um parecer sobre a admissibilidade ou não do procedimento

Por Gustavo Sleman , às 18:42 - 19/10/2020 | Atualizado às 20:03 - 19/10/2020

00:00 / 00:00

O documento foi entregue por volta das 17 horas desta segunda-feira (19) (Foto: Divulgação/Governo do Estado)

Wilson Witzel voltou a negar as acusações feitas contra ele que culminaram na instauração do processo de impeachment na Assembleia Legislativa do Rio. O governador afastado entregou na tarde desta segunda-feira (19), a defesa dele ao Tribunal Misto Especial que analisa a última etapa do rito de impedimento.

No documento, os advogados do ex-juiz federal argumentam que Witzel não participou da escolha e da contratação da organização social Iabas, responsável pela construção dos hospitais de campanha utilizados no combate à pandemia da Covid-19 e que não houve motivação política ou pessoal na requalificação da OS Unir.

O texto também rebate acusações sobre supostos contratos irregulares entre o escritório da primeira-dama Helena Witzel e empresas ligadas ao empresário Mário Peixoto.

De acordo com a defesa, delações premiadas que citam o governador, como a do ex-secretário estadual de Saúde Edmar Santos, e pontos do parecer apresentado pelo relator da Comissão Especial da Alerj, o deputado estadual Rodrigo Bacellar, carecem de provas. 

Por conta disso, os advogados pedem que a denúncia seja rejeitada, mas que caso o procedimento prossiga, que haja produção de todas as provas possíveis, como testemunhais e periciais.

Agora o relator do Tribunal Misto Especial, o parlamentar Waldeck Carneiro, vai ter 10 dias para emitir um parecer sobre a admissibilidade ou não do processo. Logo depois, o relatório é votado pela comissão, que é composta por cinco desembargadores do Tribunal de Justiça e cinco deputados da Alerj.

NEWSLETTER
OU