TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Cidade do Rio registra 27 casos de infectados com a variante Delta do coronavírus - Editoriais - Band News FM

Coronavírus

Texto:
+
-

Cidade do Rio registra 27 casos de infectados com a variante Delta do coronavírus

Secretário de Saúde critica falta de agilidade do Governo Federal na distribuição de vacinas

Por Gabriela Morgado, às 20:53 - 21/07/2021

00:00 / 00:00

Segundo o secretário, a Delta caminha para ser a variante com maior incidência na cidade (Foto: : Divulgação/CDC)

A cidade do Rio registra 27 casos de infectados com a variante Delta do coronavírus. Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, a maioria dos pacientes teve casos leves da Covid-19. Cerca de 300 pessoas que podem ter tido contato com os contaminados foram monitoradas, mas a maior parte já não transmite mais a doença ou testou negativo.

Segundo o secretário, a Delta caminha para ser a variante com maior incidência na cidade. Soranz afirma que é preciso estudar se a cepa, apesar de mais transmissível, pode levar a casos mais brandos da Covid ou se a diminuição das internações é consequência apenas da vacinação.

Setenta por cento dos cariocas adultos já receberam a primeira dose ou a dose única da vacina. Noventa por cento dos idosos já estão completamente vacinados e 92% dos cariocas acima de 40 anos já receberam a primeira aplicação. Soranz ressalta que a adesão da população à vacinação é alta, principalmente quando comparada a de outros países.

Nesta terça (20), a capital fluminense atingiu a marca de 5 milhões de doses aplicadas. Mas o secretário Daniel Soranz critica a lentidão na distribuição das vacinas importadas pelo Ministério da Saúde.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Rio, a variante predominante no estado ainda é a Gama, identificada primeiramente em Manaus. Na última rodada de sequenciamentos genômicos realizados pela pasta, 78% das amostras foram da variante Gama e 16% da variante Delta.

Procurado para responder sobre as críticas à logística das entregas, o Ministério da Saúde não se pronunciou.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio

NEWSLETTER
OU