TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Cinema Icaraí segue abandonado e sem previsão de reabertura - Editoriais - Band News FM

Cidade

Texto:
+
-

Cinema Icaraí segue abandonado e sem previsão de reabertura

O espaço deveria ser revitalizado pela prefeitura de Niterói, para ser utilizado para fins culturais pelos próximos 40 anos

Por Carlos Briggs, às 11:47 - 12/05/2021

00:00 / 00:00

Em 2011, o prédio foi desapropriado e incorporado ao patrimônio da UFF (Foto: Ouvinte BandNews FM)

Um ano após a assinatura do Termo de Cessão de Uso do Cinema Icaraí, da Universidade Federal Fluminense, junto à Prefeitura de Niterói, o espaço continua abandonado e sem previsão de reabertura. Pelo projeto, o imóvel deveria ser revitalizado pelo município e usados exclusivamente para fins culturais por um período de 40 anos.

O Cine Icaraí encerrou as atividades em 2006, quando era gerido pelo grupo Severiano Ribeiro. Em 2011, o prédio foi desapropriado e incorporado ao patrimônio da UFF. Para a reabertura do espaço, o MEC liberou R$ 1 milhão para a universidade.

O recurso foi destinado para transformação do espaço em um centro cultural e sede da Orquestra Sinfônica Nacional e da Companhia de Ballet de Niterói, mas o prédio permaneceu abandonado.

A moradora de Icaraí Elisa Almeida entrou em contato com a rádio BandNews FM e, indignada, disse que nada mudou na situação do Cine Icaraí, desde 2006.

Morador há quase 50 anos em Icaraí, o analista de sistemas Marcello Ferreira diz que a história do cinema se confunde com a história da cidade.

O Cinema Icaraí é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural, órgão subordinado à Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro. 

A UFF informou que a verba de R$ 1 milhão destinada ao Cinema Icaraí, apesar de anunciada no site da própria instituição, não foi repassada. O comunicado acrescenta ainda que a UFF recebeu R$ 3 milhões do Governo Federal para o Instituto de Química e que o valor foi utilizado integralmente na obra de revitalização do departamento.

A Prefeitura de Niterói informou que segue sendo desenvolvendo um projeto para reabertura do cinema. A nota alega que o trabalho é complexo por se tratar de um trabalho minucioso, envolvendo a restauração do prédio, já que as características originais devem ser preservadas.

O município disse ainda que o cronograma de desenvolvimento do projeto sofreu alteração em função da pandemia de Covid-19, já que a maioria dos recursos municipais foi destinada prioritariamente aos investimentos para ampliação da rede de saúde.

Já o Ministério Público Federal informou que acompanha a questão da preservação do Cine UFF e ajuizou uma ação civil pública em 2017 contra a universidade. A nota destaca que ainda não há sentença, já que o imóvel foi repassado para a exploração do Município de Niterói.

NEWSLETTER
OU