TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Cláudio Castro diz que 10 cidades que ficaram de fora do leilão da Cedae podem entrar no projeto - Editoriais - Band News FM

Política

Texto:
+
-

Cláudio Castro diz que 10 cidades que ficaram de fora do leilão da Cedae podem entrar no projeto

O governador foi entrevistado no Jornal BandNews Rio – 1ª Edição. Ele afirmou que a concorrência do bloco 3 deve acontecer nos próximos dois meses

Por Agatha Meirelles, às 13:29 - 03/05/2021

Cláudio Castro assumiu definitivamente o comando do estado após o impeachment de Wilson Witzel (Foto: Divulgação/Governo do Estado)

O governador do Rio afirma que até 10 municípios que ficaram de fora do leilão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos podem ingressar no projeto. Em entrevista à BandNews FM, Cláudio Castro disse que foi procurado pelas prefeituras antes mesmo do pregão, e que deve se reunir com elas nos próximos dias.

Castro reconheceu que não basta entregar os serviços de coleta e tratamento de esgoto, e abastecimento de água às concessionárias, e que há muito o que melhorar para apagar a imagem negativa vinculada à Cedae.

O político afirmou que o leilão do bloco 3, que compreende 22 bairros da Zona Oeste e seis municípios do interior do estado, deve acontecer nos próximos dois meses. O bloco não foi arrematado já que a única concessionária que deu o lance retirou a oferta pois já tinha levado outras duas áreas. Castro não acredita que a violência, e influência da milícia na região tenha sido decisiva.

Com o dinheiro arrecadado no leilão, e a previsão de faturamento nos próximos anos, o governador explicou que vai conseguir cumprir três objetivos: cobrir o déficit do Estado, investir no sistema Guandu 2, e terminar obras de infraestrutura que estão inacabadas no Rio.

Uma delas é a que estabilizar a estrutura da estação de metrô da Gávea, na Zona Sul. Cláudio Castro garantiu que não vai concluir a estação nesta gestão, e que vai apenas dar fim ao risco de desabamento que o local apresenta.

O governador do Rio confirmou também a possibilidade de troca de secretários. Cláudio Castro disse que desde agosto, quando ocupou o posto de forma interina, precisou fazer as escolhas com o projeto em andamento, e que agora irá tomar decisões com planejamento. Fontes ouvidas pela reportagem apontam para pelo menos nove trocas em secretarias estratégicas como as de Governo, Saúde e Fazenda.

Em relação à segurança pública, o governador afirma que uma das prioridades é reestruturar o programa de Unidades de Polícia Pacificadora.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU