TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Concessionária Águas do Rio dá início à operação plena no estado no dia primeiro de novembro - Editoriais - Band News FM

Cidade

Texto:
+
-

Concessionária Águas do Rio dá início à operação plena no estado no dia primeiro de novembro

Empresa, que assumiu os Blocos 1 e 4 da Cedae, passa a cuidar do fornecimento de água, da coleta e tratamento de esgoto de 27 cidades fluminenses

Por Andrezza Buzzani, às 14:25 - 14/10/2021

00:00 / 00:00

Anúncio foi feito durante uma visita do governador ao Centro de Operações Integradas (Foto: Andrezza Buzzani)

A concessionária Águas do Rio vai dar início à operação plena no estado no dia primeiro de novembro. 

A partir desse período, a empresa, que assumiu os Blocos 1 e 4 da Cedae, passa a cuidar do fornecimento de água, da coleta e tratamento de esgoto de 27 cidades fluminenses, incluindo 124 bairros no Centro e nas Zonas Sul e Norte da capital.

O anúncio foi feito, nesta quinta-feira (14), durante uma visita do governador ao Centro de Operações Integradas, na sede da concessionária. Pela sala, a empresa consegue receber, por exemplo, informações em tempo real sobre o abastecimento na casa das pessoas, a partir dos mil aparelhos instalados nas áreas de atuação. 

O contrato de concessão foi assinado pelo Governo e a Águas do Rio no dia 11 de agosto. Por enquanto, a empresa ainda está na fase da operação espelho, em que funcionários da Águas do Rio já trabalham em conjunto com os profissionais da Companhia Estadual de Águas e Esgotos. Enquanto isso, a coleta e o tratamento da água é feita pela Cedae.

Incialmente, a operação assistida teria duração de seis meses. O governador do Rio, Cláudio Castro disse que a data foi antecipada por causa da rápida organização da empresa e para agilizar o acesso da população aos benefícios. 

Segundo o presidente da Águas do Rio, Alexandre Bianchini, logo no primeiro dia de atuação vão ser feitas 100 obras em pelo menos cada um dos municípios atendidos.

A concessionária também pretende fazer a recuperação dos ativos existentes, como as estações de tratamento de esgoto, elevatórias de água e coletores que precisam ser melhorados.

O contrato com a Águas do Rio prevê 35 anos de concessão. O investimento total prometido é R$ 24 bilhões e 400 milhões de reias nos dois blocos arrematados. Nos cinco primeiros anos, serão investidos sete bilhões 400 milhões de reis e o restante nos 12 primeiros anos. 

Desse valor, a expectativa é que dois bilhões e 700 milhões de reais sejam investidos na Baía de Guanabara nos próximos cinco anos. Nesse mesmo período, também vão ser investidos 645 milhões de reais na recuperação ambiental da Bacia do Rio Guandu, que abastece a maior parte da Região Metropolitana.

NEWSLETTER
OU