TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Furtos de cabos de energia vira rotina cidade do Rio de Janeiro - Editoriais - Band News FM

Cidade

Texto:
+
-

Furtos de cabos de energia vira rotina cidade do Rio de Janeiro

Foram 140 mil roubos a mais só em Abril

Por Carlos Briggs, às 16:04 - 10/06/2021

00:00 / 00:00

Cerca de 160 mil pessoas em 72 bairros do estado do Rio são impactadas pelas ações criminosas (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Todo tijucano está acostumando em acordar e não ter Internet, porque o cabo foi roubado ou não ter o portão de casa, levado por criminosos. A frase é da moradora do bairro da Zona Norte e cineasta, Liana Riente.

Há cerca de um mês, a operadora de telefonia Oi suspendeu o fornecimento de serviços a cabo na Tijuca. O motivo? Roubos sucessivos de equipamento da empresa.

Não e um caso isolado. Dados do Sindicato Nacional de Empresas de Tecnologia e Comunicação mostram que cerca de 160 mil pessoas em 72 bairros do estado do Rio são impactadas por ações criminosas que impedem a instalação e manutenção dos serviços de telefonia e internet. Os dados são referentes ao mês de março deste ano. O prejuízo para as operadoras chega ao valor de R$ 120 milhões.

Já Abril foi o pior mês em incidência de furtos de equipamentos da prefeitura nos últimos 16 meses. A média deste ano já é superior à registrada em todo o ano passado, de acordo com o balanço divulgado pela Cet-Rio. Foram 140 mil roubos a mais, segundo a Cet-Rio. Na mira dos bandidos estão: botoeiras, sinais de trânsito, tampões de ferro e placas.

No início desta semana, bandidos deixaram a Ponte Rio-Niterói sem luz por cerca de cinco horas, depois de roubar os cabos de energia que abastece a via. ((A concessionária responsável por administrar a ponte informou que só na última sexta (4), foram sete tentativas de roubo e furto de cabos de energia em um único local da ponte.)) Dez suspeitos já foram presos pela Polícia Rodoviária Federal.

Nos bairros da Penha, Bonsucesso, e Ramos o alvos dos bandidos são as baterias de carros. O ouvinte, identificado apenas pelo primeiro nome: João, conta que precisou adotar uma tática para não se tornar mais uma vítimas dos criminsoso.

Nem o bueiros da cidade escapam da ação dos ladrões. Para tentar conter os bandidos, a Secretaria Municipal de Conservação informou que, desde janeiro, a pasta teve que recolocar mais de 1.500 grelhas e tampões na cidade. As peças estão sendo substituídas materiais de concreto. 

A Polícia Militar informou que prende inúmeros indivíduos durante furtos, contra o patrimônio público ou privado, mas que, na maioria das vezes, os conduzidos são postos em liberdade logo após as Audiências de Custódia, tornando assim a reincidir nos crimes na certeza da impunidade.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU