TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Garantia da eficiência do transporte público é desafio para futuro prefeito do Rio - Editoriais - Band News FM

Eleições 2020

Texto:
+
-

Garantia da eficiência do transporte público é desafio para futuro prefeito do Rio

Especialistas alertam para a necessidade de revisar a política tarifária e replanejar o sistema de ônibus da capital fluminense

Por Pedro Dobal*, às 17:34 - 29/10/2020 | Atualizado às 12:05 - 31/10/2020

00:00 / 00:00

O sistema de BRT é um dos pontos mais lembrados pelos candidatos à Prefeitura do Rio (Foto: Divulgação/BRT-Rio)

O carioca gasta cerca de 2 horas e 14 minutos por dia apenas no transporte público. É o pior resultado entre 10 capitais analisadas. Os dados são de uma pesquisa do aplicativo de transporte Moovit e mostram que o Rio de Janeiro ainda tem muitos desafios pela frente na área da mobilidade urbana.

Alvo de constantes reclamações, o sistema de BRT é um dos pontos mais lembrados pelos candidatos à Prefeitura do Rio nas propostas de governo. Para a engenheira de transportes e professora da Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro Eva Vider, medidas que exigem pouco investimento poderiam solucionar, de maneira rápida, as dificuldades enfrentadas pelos usuários.

O especialista em transporte e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro Alexandre Rojas acredita que a expansão da cidade para a Zona Oeste não foi acompanhada de um planejamento adequado das linhas de ônibus, o que torna a população mais dependente de transportes alternativos. De acordo com o professor, é necessário um reordenamento do sistema que atende a região.

VEJA MAIS:

SAÚDE: PRÓXIMO PREFEITO DEVE ENFRENTAR CONSEQUÊNCIAS DA PANDEMIA E DESAFIOS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA

EDUCAÇÃO: RETOMADA SEGURA E VALORIZAÇÃO DOS PROFESSORES SÃO DESAFIOS PARA O PRÓXIMO PREFEITO

Segundo a professora Eva Vider, os valores pagos não compensam os custos de linhas com trajetos mais longos e a adoção de subsídios deve ser considerada.Os pesquisadores também defendem uma revisão da política tarifária, apontada como um dos motivos para as dificuldades econômicas das empresas. A medida garantiria um serviço de melhor qualidade, além de uma tarifa justa para os passageiros e economicamente viável para os consórcios.

O número de passageiros atendidos também é essencial para a manutenção do sistema. O professor Alexandre Rojas explica que o transporte público pode atrair mais usuários se reunir requisitos básicos como pontualidade e segurança.

VEJA AS PROPOSTAS DOS CANDIDATOS NA ÁREA DA MOBILIDADE URBANA

Bandeira de Mello (Rede)

O candidato afirma que vai liderar negociações para garantia da tarifa única de transporte entre diferente modais. Também promete reduzir o tempo de viagem por meio da ampliação de corredores e faixas exclusivas, recuperação dos BRTs e revisão dos contratos de concessão. Outras propostas são incentivar horários de trabalho flexíveis e disponibilizar aplicativo para denúncia de irregularidades.

Veja a proposta de governo completa.

Benedita da Silva (PT)

Benedita promete por em prática um plano emergencial de mobilidade, com a redução da tarifa do Bilhete Único, a criação de linhas internas aos bairros e a adoção de passe livre para desempregados. Também propõe a ampliação da malha cicloviária, a conclusão do BRT Transbrasil, a restauração dos demais corredores e a integração plena do sistema com ônibus, metrô e trens.

Veja a proposta de governo completa.

Clarissa Garotinho (PROS)

A conclusão das obras do BRT Transbrasil é o primeiro item mencionado pela candidata, que também promete recuperar mais de 100 estações e reprimir “práticas ilícitas nas estações e terminais”. O documento também menciona a redução do valor da tarifa do transporte nos horários de menor movimentação e a ampliação do período de utilização do Bilhete Único Carioca para três horas.

Veja a proposta de governo completa.

Cyro Garcia (PSTU)

Não tem proposta de governo cadastrada no portal do Tribunal Superior Eleitoral.

Delegada Martha Rocha (PDT)

A candidata promete adotar “um novo modelo de governança do serviço público de passageiros”, com o aumento da frequência e da oferta de ônibus, a participação da Guarda Municipal na organização do fluxo de passageiros e a automatização integral da bilhetagem. Outras propostas são a realização de uma concorrência pública para concessão do sistema BRT e o incentivo ao uso de bicicletas.

Veja a proposta de governo completa.

Eduardo Paes (DEM)

O candidato propõe a recuperação do serviço do BRT, a reabertura de estações fechadas e a garantia de segurança por meio da Guarda Municipal ou do programa Segurança Presente. Em sua página na internet, Paes também menciona a conclusão do BRT Transbrasil, a instalação de câmeras em estações, a reintrodução de linhas extintas e o aumento da duração do BUC para três horas.

Veja a proposta de governo completa.

Fred Luz (Novo)

No documento, o candidato diz que sua primeira medida será “mudar o foco da concessão para o de fiscalizar com rigor e exigir serviços melhores”. Fred Luz sugere a definição do valor das tarifas “à luz do sol” e a aplicação de tecnologia para reduzir o tempo de espera nos pontos. Ele também promete garantir o cumprimento da meta de climatização e terminar as obras do BRT Transbrasil.

Veja a proposta de governo completa.

Glória Heloiza (PSC)

A garantia da plena integração dos modais e a redução das tarifas são algumas das promessas da candidata. Glória Heloiza também propõe o investimento em modais ferroviários e aquaviários e o estímulo a formas alternativas de transporte, como mototáxis e bicicletas. Seu plano de governo também menciona a legalização e integração do transporte alternativo ao sistema atual.

Veja a proposta de governo completa.

Henrique Simonard (PCO)

A proposta de governo do PCO foi definida em conferência nacional e é a mesma para todos os candidatos a prefeituras. O documento não menciona propostas para a mobilidade urbana.

Veja a proposta de governo completa.

Luiz Lima (PSL)

O candidato propõe a conclusão do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável (PMUS), o desincentivo ao uso de transportes individuais e o estímulo ao o deslocamento a pé e por meio de bicicletas. Luiz Lima também promete ampliar faixas exclusivas para transporte público, e incluir políticas de transporte de baixo impacto poluente como pré-requisitos em licitações.

Veja a proposta de governo completa.

Marcelo Crivella (Republicanos)

O atual prefeito sugere a reestruturação do sistema BRT por meio da concessão das estações para a iniciativa privada, a revisão do contrato do VLT Carioca e a implementação de uma política de estímulo ao uso de táxis. Crivella também propõe uma nova política tarifária, com a cobrança de passagens diferenciadas por trecho, horário e localidade. 

Veja a proposta de governo completa.

Paulo Messina (MDB)

Não tem proposta de governo cadastrada no portal do Tribunal Superior Eleitoral.

Renata Souza (PSOL)

Em seu plano de governo, Renata Souza promete estabelecer a gratuidade do BRT e do VLT, com o objetivo de reduzir o custo de vida das famílias. A candidata também afirma que vai intensificar a fiscalização do sistema de ônibus, auditas contratos das empresas e “enfrentar a máfia” para reduzir o preço da passagem, garantir a qualidade do serviço e evitar o sumiço de linhas.

Veja a proposta de governo completa.

Suêd Haidar (PMB)

A candidata não incluiu propostas para a mobilidade urbana em seu plano de governo.

Veja a proposta de governo completa.

*Estagiário sob supervisão de Carlos Briggs

NEWSLETTER
OU