TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Hospitais municipais usam sedativos de centro veterinário para amenizar escassez do 'kit intubação' - Editoriais - Band News FM

Saúde

Texto:
+
-

Hospitais municipais usam sedativos de centro veterinário para amenizar escassez do 'kit intubação'

A medida é possível porque todas as cirurgias eletivas estão suspensas, incluindo os procedimentos em animais

Por Amanda Martins, às 16:24 - 16/04/2021

00:00 / 00:00

O estoque dos insumos é suficiente apenas para os próximos três dias (Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio)

Hospitais municipais do Rio de Janeiro têm usado sedativos do Centro Veterinário de Controle de Zoonoses para tentar amenizar a escassez do chamado "kit intubação". A medida é possível porque todas as cirurgias eletivas estão suspensas na cidade, incluindo os procedimentos em animais.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, neste caso, os insumos veterinários são os mesmos utilizados em humanos.

Durante a divulgação do boletim epidemiológico, nesta quinta-feira (15), Soranz afirmou que espera a chegada de novos insumos usados em pacientes que precisam passar pela intubação. O estoque que a cidade tem é suficiente apenas para os próximos três dias.

Em audiência pública da Assembleia Legislativa do Estado e da Câmara Municipal, nesta quinta-feira (15), representantes da Secretaria Estadual de Saúde afirmaram que foram feitas três compras emergenciais do kit. Além disso, o Ministério da Saúde, anunciou que começou a distribuir nesta sexta (16), mais de 2,3 milhões de medicamentos de intubação adquiridos na China.

De acordo com o Boletim Epidemiológico desta semana, a procura por atendimento na rede de saúde diminuiu, mas a redução não é suficiente para possibilitar a flexibilização das medidas restritivas.

As internações de jovens aumentaram em março tanto na rede pública quanto privada. Um estudo da rede Americas, responsável por hospitais particulares em todo o país, demonstrou que aumento de três vezes do número de pessoas entre 18 e 44 anos internadas nas unidades de terapia intensiva do grupo.

Até o dia 27 de abril, a Prefeitura resolveu manter o funcionamento de bares e restaurantes até 21 horas e as praias liberadas somente para atividades físicas individuais ou coletivas. O comércio pode abrir das 10 às 18 horas.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU