TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Mãe de bombeiro que matou ciclista afirma: 'nunca mandaria soltar meu filho' - Editoriais - Band News FM

Exclusivo

Texto:
+
-

Mãe de bombeiro que matou ciclista afirma: 'nunca mandaria soltar meu filho'

O homem havia sido posto em liberdade mesmo após flagrante de agredir e tentar matar a própria mulher

Por Carlos Briggs, às 10:56 - 14/01/2021 | Atualizado às 14:01 - 14/01/2021

00:00 / 00:00

A Polícia Civil indiciou o militar por homicídio com dolo eventual (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

"Se eu fosse a juíza, nunca mandaria soltar o meu filho". A afirmação é da mãe do militar do Corpo de Bombeiros, preso por atropelar e matar um ciclista. O capitão João Maurício Correa Passos só dirigia o carro, embriagado, porque havia sido posto em liberdade uma semana antes, mesmo diante do flagrante de agredir e tentar matar a própria mulher.

O militar atingiu violentamente Cláudio Leite da Silva, enquanto pedalava na orla do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. O crime aconteceu na madrugada da última segunda-feira (11). Em um vídeo, feito minutos antes do acidente, João Maurício aparece bêbado, dançando e segurando a mesma garrafa de uísque encontrada depois do atropelamento, embaixo do banco do carona do carro dele.

Seis dias antes, o capitão dos Bombeiros foi preso, depois de tentar estrangular a mulher. Em menos de 24 horas, a Justiça soltou o militar e estabeleceu o cumprimento de medidas protetivas. A mãe do acusado, ainda muito abalada é categórica ao criticar a decisão judicial. Marlene Passos também pede desculpas à família do ciclista morto.

O bombeiro que atropelou e matou o ciclista é alcóolatra e já foi impedido de dirigir, por estar embriagado. A afirmação é do próprio pai do militar, o coronel da reserva Maurício Passos. O caso aconteceu no dia 25 de outubro de 2019. Um ano antes, o capitão João Maurício Passos bateu de carro. O acidente deixou a esposa paraplégica, depois de passar quase 50 dias internada.

O militar ainda tem histórico de agressão contra o pai, o irmão, a mulher e os dois filhos. Ao tomar conhecimento da prisão do pai, o filho mais velho, inclusive, chegou a dizer que torce para o pai ficar no presídio

A Polícia Civil indiciou o militar por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar, fuga do local e embriaguez ao volante. Imagens de câmeras de segurança mostram o bombeiro em uma loja de conveniência de um posto de combustíveis, horas antes do crime, comprando e consumindo bebida alcoólica. Ele ainda foi filmado aparentemente embriagado ao lado do mesmo carro envolvido no acidente, e segurando garrafas de bebida encontradas posteriormente, no chão do veículo.

O ciclista Claudio Leite da Silva foi enterrado no início da tarde desta terça-feira (12), no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio.

O Corpo de Bombeiros informou que Importante ressaltar que o capitão João Maurício já responde à Conselho de Justificação da corporação por condutas inapropriadas, incluindo atos de violência doméstica. A nota ainda acrescenta que o militar recebeu auxílio da Diretoria de Assistência Social (DAS) da corporação em pelo menos três ocasiões desde 2017. A última aconteceu em 2020 e que o alcoolismo foi motivação para a indicação.

O comunicado também destaca que em mais de uma ocasião, o oficial chegou a ser atendido pelo serviço de Psicologia do Grupo de Recepção e Acolhimento Multidisciplinar.

A defesa do militar informou que o capitão é dependente de álcool há algum tempo, hoje já tem entendimento da tragédia, causada pelo consumo excessivo de álcool e se encontra em um estado psicológico extremamente abalado, envergonhado e desonrado.

Sobre a decisão de converter a prisão em flagrante por medidas cautelares, no crime em que o capitão foi flagrado tentando estrangular a mulher, nos autos do processo, a própria mulher pede a soltura do agressor, diante da alegação que o capitão João Mauricio iria passar a contar com acompanhamento psicológico.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU