TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Organização social firma contrato para administrar UPA, mas entrega clínica da família - Editoriais - Band News FM

Saúde

Texto:
+
-

Organização social firma contrato para administrar UPA, mas entrega clínica da família

A OS Mahatma Ghandi recebeu R$ 50 milhões da Prefeitura de Mesquita para gerir a unidade por dois anos

Por Carlos Briggs, às 16:00 - 11/08/2020 | Atualizado às 16:32 - 11/08/2020

00:00 / 00:00

Clínica da Família Dr. Mário Bento, localizada no bairro da Jacutinga, em Mesquita (Foto: Divulgação/Prefeitura de Mesquita)

A Prefeitura de Mesquita firmou um contrato por cerca de R$ 50 milhões com a organização social Mahatma Ghandi para administrar uma unidade de pronto atendimento entre 2018 e 2019. No entanto, no lugar, foi inaugurada uma clínica da família.

A denúncia partiu de um servidor da saúde do município da Baixada Fluminense, que teve a identidade preservada e a voz distorcida.

Em 2017, a unidade de pronto atendimento foi fechada e reaberta no ano seguinte como a Clínica da Família Dr. Mário Bento, localizada no bairro da Jacutinga. O anúncio foi feito pelo prefeito de Mesquita, Jorge Miranda.

A BandNews FM teve acesso aos repasses da prefeitura e comprovou que entre 2018 e 2019, Mesquita pagou ao Hospital Psiquiátrico Mahatma Gandhi R$ 50 milhões pelos dois anos.

Uma unidade de pronto atendimento precisa funcionar por 24 horas, ter sala vermelha, que é a ala para estabilização dos pacientes mais graves, além de um número mínimo de leitos maior do que as clínicas da família. As equipes da UPA são compostas por plantonistas e há necessidade de investimentos maiores do que as clínicas da família.

A Prefeitura de Mesquita informou que o valor orçado não foi pago integralmente à OS Mahatma Ghandi, mas não explicou por que manteve um contrato por dois anos para gestão de uma UPA, já que os serviços oferecidos à população sempre foram de uma Clínica da Família. O órgão também não respondeu por que celebrou um contrato com o instituto em dezembro de 2017, já que a unidade de saúde só foi aberta nove meses depois.

O Hospital Psiquiátrico Mahatma Ghandi foi procurado, mas não se pronunciou.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU