TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
‘Vacina não pode ficar na geladeira, ela tem que estar no braço protegendo as pessoas’ diz infectologista - Editoriais - Band News FM

Vacinação

Texto:
+
-

‘Vacina não pode ficar na geladeira, ela tem que estar no braço protegendo as pessoas’ diz infectologista

O vice-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia Alberto Chebabo tirou dúvidas sobre imunizantes no Jornal BandNews Rio – 1ª Edição. Confira a entrevista

Por Agatha Meirelles, às 13:46 - 11/06/2021

00:00 / 00:00

Os sintomas após receber a dose da AstraZeneca são normais, diz Chebabo (Foto: Divulgação/UFRJ)

Com postos vazios na cidade do Rio e grande procura pelos imunizantes da Pfizer e CoronaVac, especialistas e a própria Prefeitura fazem apelo para que as pessoas não rejeitem a dose da AstraZeneca. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, chegou a publicar nas redes sociais que esse não é momento de escolher o imunizante e que vacina boa é vacina no braço.

De acordo com os estudos clínicos, as reações mais comuns, relatadas por mais de 50% dos voluntários, são dor no local da aplicação, dor de cabeça e fadiga. Os sintomas após a dose são normais e estão previstos nas bulas de todas as vacinas, como explica a pneumologista e pesquisadora da Fiocruz Margareth Dalcolmo.

O prefeito Eduardo Paes fez um apelo à população e reforçou que todas as vacinas possuem eficácia comprovada.

Até a próxima semana, pessoas com 50 anos serão vacinadas na capital fluminense.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA:

NEWSLETTER
OU