TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Varejo acumula alta de 1,9% em 2021 - Editoriais - Band News FM

Brasil

Texto:
+
-

Varejo acumula alta de 1,9% em 2021

Segundo o IBGE, houve crescimento de 0,9% nas vendas em supermercados e de alimentos, bebidas e fumo

Por Luanna Bernardes, às 15:20 - 14/01/2022

00:00 / 00:00

Houve crescimento de 0,9% nas vendas em supermercados e de alimentos, bebidas e fumo (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O volume de vendas do comércio varejista no país em novembro do ano passado teve alta de 0,6% na comparação com o mês anterior. Com o resultado, no acumulado do ano, o varejo registra alta de 1,9%. 

Segundo o IBGE, houve crescimento de 0,9% nas vendas em supermercados e de alimentos, bebidas e fumo. No período, também houve aumento de 1,2% nas vendas de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos. Ainda segundo a pesquisa, uma alta de 2,2% foi verificada nas vendas de produtos de uso pessoal e doméstico. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira.

Para a colunista de economia da Bandnews FM, Juliana Rosa, os resultados de novembro foram impulsionados pela Black Friday. No entanto, ela destaca que 2022 começou com pessimismo, por causa da nova alta de casos de Covid-19 em todo o País. 

Na comparação com novembro de 2020, o comércio varejista teve queda de 4,2%, com taxas negativas em sete das oito atividades. O maior impacto foi no segmento de móveis e eletrodomésticos, que teve queda de 21,5% no volume de vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

O setor de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, teve queda de 0,5% e registrou a décima taxa negativa consecutiva frente ao mesmo período do ano passado. 

Diante da alta dos preços muitos consumidores mudaram hábitos. A nutricionista Nivea Benter decidiu cortar a carne vermelha. 

De um ano para o outro, o comércio varejista ampliado, que inclui veículos, motos, partes e peças e material de construção, teve alta de 1,7%, no volume de vendas entre novembro de 2020 e o mesmo mês de 2021. 

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU